Rally: Chuvas no Rio Grande do Norte alteram o roteiro do RN 1500

Chove muito no estado potiguar. A organização do rali precisou agir rápido e alterar o percurso. A previsão para a 2ª etapa é de mais chuvas, numa especial que largou hoje de Currais Novos rumo à Assú.

“O céu está furado”, brincou o navegador Rogério Almeida, enquanto descrevia como foi a etapa de abertura do rali RN 1500. Chove intensamente em algumas regiões do Rio Grande do Norte desde o final de semana passado, atingindo boa parte do roteiro da competição. O excesso de água comprometeu trechos da prova, obrigando a organização do evento – a KTC Competições e Eventos – a tomar algumas medidas preventivas de última hora.

Realizada nesta quinta-feira, a 1ª etapa nomeada de “Especial das Serras” – entre os municípios de Natal e Currais Novos – foi alterada duas vezes, e momentos antes da largada, ainda sofreu uma considerável redução por questões de segurança. “Acordamos para competir em um percurso de 99,4 quilômetros. Depois, fomos avisados que a corrida terminaria no km 40”, contou Almeida. Segundo informações, havia uma barragem no roteiro com risco de ruptura.

Com a participação de 117 equipes – 47 motos, 30 quadriciclos e 40 carros – serão disputadas quatro etapas até o dia 3 de maio, e por este motivo, algumas duplas preferiram manter a cautela nesta fase inicial. “O trajeto foi pequeno, por isso, achamos que não valia a pena arriscar demais e comprometer o equipamento. Embora a especial estivesse técnica e com grande variedade de obstáculos, avaliamos que ela estava um tanto perigosa, com piso muito molhado, poças d’água e erosões”, relatou o piloto Roberto Reijers. Completaram os desafios, diversas curvas, subidas e descidas de serras.

Os vencedores da etapa foram Maurício Neves e Leandro Ferrarini, seguidos por Jean Azevedo e Youssef Haddad, e Fellipe Bibas e Emerson Cavassin, em segundo e terceiro lugares respectivamente. A Reijers Rally Team ocupou a 13ª posição.

Para hoje, a previsão é de mais chuvas para todo o dia, com temperatura variando de 23 oC a 33 oC. A 2ª etapa – “Especial do Seridó” – segue de Currais Novos para o município de Assú, em uma especial de 156,39 quilômetros, que segundo a organização será a mais difícil do RN 1500.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *