Rally: Circuito rápido e seletivo define campeões da 3ª etapa do VeloCeará

Pilotos e navegadores do Norte e Nordeste do País aceleraram forte nas trilhas da região serrana do Ceará.



Aconteceu no dia 7 de outubro, na cidade de Viçosa do Ceará, a 3ª etapa do VeloCeará, campeonato estadual de rali cross-country. Ao todo, 17 duplas enfrentaram 135 quilômetros de prova – divididos em três especiais de 45 quilômetros –, que teve como principal característica a alta velocidade.


 


Os competidores enfrentaram descidas enormes, subidas cercadas por abismos, trechos de piçarra com cascalho e, até mesmo, um pouco de areia batida. “Esta foi a melhor etapa de todas já realizadas pelo VeloCeará. Mas, o que nos deixa ainda mais felizes é que a organização está sempre evoluindo. Cada nova prova é melhor que a anterior. São circuitos técnicos, rápidos e seguros”, declarou o campeão da categoria Production, Igor Ribeiro.


 


“Eu adorei o circuito, por mim passava o dia inteiro acelerando lá, senti-me num parque de diversões que oferece adrenalina de sobra”, comentou Reinaldo Iglesias, campeão da Protótipos.


 


Outro fator importante foi a segurança. Neste rali não houve nenhum registro de batida ou capotagem. As equipes demonstraram controle e competência, baixando seus tempos a cada bateria realizada.


 


“Nossos competidores tem evoluído bastante. Imaginávamos que para cumprirem os 45 quilômetros, eles gastariam uma média de 38 minutos. Mas, logo na primeira volta, os tempos já giravam em torno dos 33 minutos. O que demonstra como eles estão cada vez mais rápidos na busca pela vitória”, afirmou Fernando Holanda, organizador do evento.


 


A próxima etapa do VeloCeará acontecerá em Beberibe, litoral do Ceará, no dia 11 de novembro. Na pista, areia e pisos secos, característicos da região. Desta forma, o campeonato cumpre o objetivo de desenvolver novos talentos e estimular a prática do esporte nos mais variados tipos de terreno.


 


 


Resultados 3ª etapa


 


Protótipos:


1º Reinaldo Iglesias e Rogério – 1h26m00s


2º Gustavo Xavier e Neurivan – 1h27m31s


3° Rômulo Valentin e Silvio Deusdará – 1h29m04s



Super Production:


1º Sávio Torres e Wendell Maia – 1h26m52s


2ºAntonio Guimarães e Silvio Mota – 1h32m02s


3°Paulo Roberto Ximenes e Tiago Mapurunga – 1h52m02s



Production:


1º Igor Ribeiro e Humberto Ary – 1h30m34s


2º Sérgio Rebouças e Eduardo Rebouças – 1h30m56s


3° Carlos Toledo e Galwain – 1h44m38s 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *