Rally Dakar 2022 – 9ª etapa

Nesta terça-feira, dia 11/01, foi disputada a 9ª etapa, um laço de 490 km, partindo e chegando em Wadi Ad Dawasir, sendo 394 km cronometrados.
Motos
Os 5 mais rápidos muito próximos. Vitória do chileno José Ignácio Cornejo (Honda), 1’26” à frente do argentino Kevin Benavides (KTM) , 1’47” do americano Ricky Brabec (Honda), 2’06” do austríaco Matthias Walkner (KTM) e 2’10” do espanhol Joan Barreda (Honda).
O chileno Pablo Quintanilla (Honda) foi o 8º, seguido do francês Adrien Van Beveren (Yamaha), enquanto o britânico Sam Sunderland (GasGas) na 14ª colocação, 8’03” atrás.
Faltando apenas 3 etapas, nada está decidido. Walkner é líder, 2’12’’ à frente de Sunderland e 3’56’’ de Van Beveren. O 4º colocado é Quintanilla, a 4’41’’. Benavides fecha o Top 5 da acumulada, a 10’22’’.
Quadriciclos
Vitória do americano-argentino Pablo Copetti (Yamaha), seguido do líder da geral, o francês Alexandre Giroud (Yamaha). O argentino Francisco Moreno (Yamaha) foi o 3º colocado.
Após a etapa Giroud tem 24’31’’ de vantagem para Copetti. O polonês Kamil Wisniewski (Yamaha) é o 3º na geral.
O brasileiro Marcelo Medeiros (Yamaha) foi 5º colocado. É o 7º na acumulada.
Carros
Numa etapa em que os 12 mais rápidos chegaram separados por apenas 5 minutos, vitória da dupla dos sul-africanos Giniel De Villiers e Dennis Murphy (Toyota), 09’’ à frente dos conterrâneos e companheiros de equipe Henk Lategan e Brett Cummings.
A dupla do catariano Nasser Al Attiyah e o francês Mathieu Baumel (Toyota) fez o 3º melhor tempo, garantindo a liderança na acumulada e ampliando para 39’05’’ a vantagem para a dupla do francês Sébastien Loeb e o belga Fabian Lurquin (BRX Hunter), 5ª colocada na etapa. A dupla do árabe Yazeed Al-Rajhi e o britânico Michael Orr (Toyota) continua na 3ª colocação da geral.
Os brasileiros Marcelo Gastaldi e Cadu Sachs (buggy Century CR6) concluíram a etapa com a 19ª posição. Na acumulada estão com a 32ª posição.
Protótipos Leves T3
9ª vitória da dupla do americano Seth Quintero o alemão Dennis Zenz (OT3), 2’20’’ à frente da dupla da espanhola Cristina Gutiérrez e o francês François Cazalet (OT3).
A 3ª posição foi dos chilenos Chaleco López e Juan Pablo Vinagre (Can-Am), os líderes na acumulada, onde têm boa vantagem sobre a dupla do sueco Sebastian Eriksson e o holandês Wouter Rosegaar (Can-Am). A 3ª posição na geral é da dupla do espanhol Fernando Alvarez e o francês Xavier Panseri (Can-Am).
SSV / UTV T3
Vitória dos poloneses Marek Goczał e Lukasz Laskawiec (Can-Am), 58’’ à frente da dupla do americano Austin Jones e o brasileiro Gustavo Gugelmin Navegador Rally (Can-Am). Os poloneses Michal Goczal e Szymon Gospodarczyk (Can-Am) ficaram com a 3ª colocação.
Após a etapa Austin Jones e Gustavo Gugelmin são líderes. Eles ampliaram para 13’47’’ a vantagem sobre os espanhóis Gerard Farres Guell e Diego Ortega Gil (Can-Am). A 3ª posição é de Michal Goczal e Szymon Gospodarczyk.
Como nas duas etapas anteriores, os brasileiros Rodrigo Luppi de Oliveira e Maykel Justo (Can-Am) lideraram o início da especial, mas terminaram com a 4ª colocação. Na acumulada estão na 6ª posição.
Caminhões
Vitória do russo Eduard Nikolaev (Kamaz), 2’30’’ à frente do russo Dmitry Sotnikov (Kamaz). O checo Martin Macík (Iveco) perdeu 2ª colocação por apenas 3’’.
Com este resultado a liderança continua com Dmitry Sotnikov, 8’51’’ à frente de Eduard Nikolaev e 41’18’’ do russo Anton Shibalov (Kamaz).
Próxima etapa
Nesta quarta-feira, dia 12/01, será disputada a 10ª etapa. Serão 757 km entre Wadi Ad Dawasir e Bisha, sendo 374 km de especial.
Foto divulgação: Florent Gooden / DPPI / ASO

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *