Rally Dakar: Amarok Logbuch 16

Sainz vence sua primeira etapa em 2010.

Depois de chegar seis vezes em 2º, uma vez em 3º e uma vez em 4º, finalmante o líder do Dakar 2010 (completou hoje o 7º dia na liderança da prova) Carlos Sainz e seu navegador Lucas Cruz venceram com o Race Touareg 2 uma etapa. Uma daquelas do estilo WRC (Campeonato Mundial de Rally) de piso com pedras, curvas apertadas, freadas fortes e muita mudança de direção muito mais parecida com uma etapa de Rally de Velocidade do que com uma de Rally Cross Country. Nada mais justo diriam muitos e “nada menos rotineiro” diria Carlos que mostrou além de tudo um enorme preparo físico com seu co-piloto confirmando suas qualidades de Navegador. Seus maiores rivais foram Peterhansel/Cottret de XRaid BMW e seus companheiros de Equipe Miller/Pitchford que chegaram a liderar a etapa, mas ficaram “presos” atrás do carro de Chicherit que largou dois minutos à sua frente. Com a vitória Sainz amplia a sua margem de liderança, enquanto o trio VW vai mantendo a sua ocupação total do pódio.

VW Race Touareg 2: das dunas para as estradas

Mudou a paisagem, mudou o terreno, mudou o acerto dos carros, só não mudaram os desempenhos. O Race Touareg 2 continua mostrando qualidades nas mais diversas situações. Segundo o Chefe de Equipe, Kris Nissen, “Regulamos os carros de forma diferente, escolhemos ajustes apropriados dos amortecedores ZF Sachs e como resultado tivemos carros muito ágeis e rápidos. Parabéns aos Pilotos e aos Navegadores, não foi um dia fácil e podemos ficar extremamente satisfeitos com o resultado. Só que ainda falta chão, temos que manter a concentração.”
Hoje foram esses os resultados da Equipe Oficial Volkswagen: 1º (#303 Sainz/Cruz), 3º (#305 Miller/Pitchford), 4º (#306 Al-Attyiah/Gottschalk) e 11º (#300 DeVilliers/Von Zitzevitz). É a 5ª vitória (a de número 111 na história do Race Touareg, a 35ª só no Dakar), de 3 duplas diferentes em 10 etapas, vai se desenhando um panorama tão dramático como o do deserto, que os concorrentes acabaram de deixar para trás.

Numerologia

Os sensores do Race Toureg 2 dos quatro carros ainda na prova diferem pouquíssimo. Nasser completou 3.163km, Miller inteirou 3.161km, Sainz percorreu 3.140km e De Villiers totalizou 3.138. A diferença fica por conta da navegação e das rodas girando em falso na areia.

Amarok – Farejando aventuras

Hoje foi dia de Amarok escolher entre quatro diferentes pontos para assistir à passagem dos competidores. Zorrillas, Soccos, Canela Baja e Illapel estavam à disposição e a escolha acabou dividindo a armada Amarok. As duas acabaram assistindo a momentos únicos dos concorrentes, depois de viver momentos únicos para chegar até lá, como o atraso da dupla DeVilliers/ Von Ziztzevitz por exemplo, que além de deixar Miller/Pitchford passarem ainda tiveram um pneu furado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *