Rally Dakar: Começa amanhã a maior aventura off road da terra

Largada do Rally Dakar Argentina Chile será amanhã em Buenos Aires, Argentina. Os carros já passaram pelas vistorias técnicas e os competidores fazem a contagem regressiva para dar início aos 9.030 quilômetros de competição.

A cidade argentina de Buenos Aires vive uma euforia imensa. O público prestigia em massa a área reservada para as equipes do 32º Rally Dakar Argentina Chile: 161 motos, 29 quadriciclos, 140 carros e 52 caminhões.

A prova largará amanhã a partir das 16 horas, do Obelisco, na Avenida 9 de Julho, umas das principais avenidas de Buenos Aires. De lá, os participantes seguem para o município de Colón, em 317 quilômetros de percurso. “Será um primeiro dia exaustivo”, analisou o piloto Julio Bonache, que correrá ao lado do navegador Lourival Roldan, representando a Rondônia Racing.

O time se preparou bastante para superar as adversidades do roteiro, sobretudo nos trechos de areia e dunas. “Realizamos treinos nas dunas do Ceará, que são bem parecidas com o que encontraremos no rali, principalmente, no Deserto do Atacama”, salientou Roldan, que possui 25 anos de experiência. “Por conta deste investimento teremos menos atoladas e atoladas mais breves. A tocada que treinamos na areia resultará em menos quebra do carro, pois treinamos técnicas que facilitarão nossas passagens por determinados obstáculos”, explicou o navegador.

A Mitsubishi L200 EvoProm da dupla também está bem preparada, o que aumentou a confiança dos tripulantes a respeito do equipamento. “Saber que temos uma picape boa e resistente é fundamental para aumentar a minha segurança”, disse Bonache, que estreará no certame. “Depois dos treinos, me sinto muito mais garantido e tranquilo. Sinceramente, posso dizer que o treino foi fundamental para o bom rendimento na disputa. Minha expectativa é que agora, nossos problemas sejam ‘menos piores’”, ponderou o piloto.

E Bonache ainda concluiu. “As dunas é algo totalmente diferente e qualquer erro compromete todo o trabalho de preparação. Se encerrasse as dunas sem nenhuma noção básica, seria praticamente impossível conseguir passar destas especiais”.

O solo arenoso e as dunas começarão a aparecer a partir da terceira etapa, entre as cidades de La Rioja e Fiambala, na Argentina. Porém, é a quarta especial que promete um grande desafio até Copiapó, no Chile. “Serão os dias mais difíceis, pois o rali passa por lá por duas vezes”, contou Roldan. “Em San Rafael, na Argentina, já na reta final também poderá ser decisivo e angustiante para algumas equipes”, completou Roldan, que em 2010 contabilizará sete participações no rali.

Roteiro – 32º Rally Dakar Argentina Chile

Dia 01 – Bueno Aires a Colon
317 km

Dia 02 – Colon a Córdoba

Motos e Quad:
Roteiro: 652 km
Especial: 219 km

Carros e caminhões:
Roteiro: 684 km
Especial: 251 km

Dia 03 – Córdoba a La Rioja
Motos e Quad:
Roteiro: 626 km
Especial: 294 km

Carros e caminhões:
Roteiro: 687 km
Especial: 355 km

Dia 04 – La Rioja a Fiambala
Roteiro: 441 km
Especial: 182 km

Dia 05 – Fiambala – Copiaco
Roteiro: 629 km
Especial: 203 km

Dia 06 – Copiacó a Antofagasta
Roteiro: 670 km
Especial: 483 km

Dia 07 – Antofagasta e Iquique
Roteiro: 598 km
Especial: 418 km

Dia 08 – Iquique a Antofagasta
Roteiro: 641 km
Especial: 600 km

Dia 09 – Descanso

Dia 10 – Antofagasta e Copiapó
Roteiro: 568 km
Especial: 472 km

Dia 11 – Copiapó a La Serena
Roteiro: 547 km
Especial: 338 km

Dia 12 – La Serena a Santiago
Roteiro: 586 km
Especial: 238 km

Dia 13 – Santiago a San Juan
Roteiro: 434 km
Especial: 220 km

Dia 14 – San Juan a San Rafael
Roteiro: 796 km
Especial: 297 km

Dia 15 – San Rafael a Santa Rosa
Roteiro: 725 km
Especial: 368 km

Dia 16 – Santa Rosa a Buenos Aires
Roteiro: 707 km
Especial: 355 km 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *