Rally dos Sertões: Motos e quadriciclos mantêm líderes

Zé Hélio e Cristiano Souza Batista estão se mostrando ‘imbatíveis’.

Neste sábado (27), o Rally dos Sertões saiu de Goiás em grande estilo: 373 quilômetros de especial com sol forte, rios, montanhas. Um trecho exaustivo para os competidores, com um total de 753 quilômetros percorridos até a capital do Tocantins, Palmas.

Hoje os pilotos e navegadores enfrentaram um Trial pesado em que chegaram a sair de Goiás para o Estado tocantinense e voltar. A travessia de três grandes rios e a trilha dos Kalungas também foram pontos marcantes deste quarto dia de rally.

Luís Eduardo Magalhães, na Bahia, será o próximo ponto de parada do Rally dos Sertões. Além da especial de mais de 300 quilômetros, que é considerada a mais perigosa, os competidores enfrentarão 500 quilômetros de viagem. Além do tão aguardado Super Prime baiano.

Cada vez mais líder – O piloto oficial da Honda, Zé Hélio, continua mostrando grande desempenho e, com sua CRF 450X, liderou mais uma especial. “Hoje foi mais um dia duro, que mostra que esta edição do Rally dos Sertões vai ser realmente muito difícil. Rios complicados de passar, de pedra, daqueles que não dá para andar; além de trechos de serra complexos”, explicou.

O polonês Jakub Przygonski (KTM 690 Rally) teve boa atuação e finalizou a etapa com o segundo melhor tempo. “Hoje foi um dia completo. Sol forte, água corrente, trecho rápido, montanhas. Enfim, foi muito duro e cansativo. Foi a fase mais difícil até aqui. Ainda temos muita prova pela frente e acho que a competição de verdade começa amanhã. Estou adorando esta edição e o povo brasileiro é simplesmente o melhor”, elogiou o competidor, que é conhecido por Kuba.

Denisio do Nascimento (Honda CRF 450X), Juca Bala (KTM 450 EXC), e o português Pedro Bianchi (BMW G450X) fecharam as cinco primeiras posições deste sábado.

Rodolpho Mattheis, que ficou com o 11º tempo do dia com sua KTM 450 EXC, destacou a difícil especial. “A etapa deste sábado foi dura, cansativa, mas continuei constante e focado em meu objetivo, que é chegar a Natal bem classificado. Estou feliz com meu resultado e confiante para mais uma etapa”, afirmou.

Sempre ele – Cristiano Souza Batista também continua praticamente invencível entre os quadris. Ele e a Suzuki 450 conquistaram mais uma vitória neste quarto dia de especial. Com cerca de oito minutos de diferença para Carlo Collet (Cam-am Renegade), que ficou com o segundo melhor tempo – com Heronaldo de Andrade, de Yamaha Raptor 700, na terceira posição –, Cristiano tem mais de uma hora de vantagem.

Mas para Collet, a etapa não foi tão difícil. “Foi o dia mais longo, mas foi sossegado. Fiz para completar e deu tudo certo. Consegui fechar bem a etapa. O rally é grande, por enquanto eu tenho que me preocupar em completar as especiais. Vou tentar buscar e forçar mais pra frente, lá na maratona”, disse o vice-líder na geral.

O Rally dos Sertões 2009 é patrocinado por Petrobras e apoiado pelos Governos dos Estados de Goiás, Tocantins e Rio Grande do Norte, Ministério do Turismo, Goiás Turismo, Shopping Flamboyant, DCCO – Geradores e Motores Cummins, SAMA, Mitsubishi Motors e MACBOOT. O evento ainda conta com supervisão da FIM (Federação Internacional de Motociclismo), da CBM (Confederação Brasileira de Motociclismo) e da CBA (Confederação Brasileira de Automobilismo).

Resultados (extra-oficial, após 4 etapas)

Motos (especial)
1º – Zé Hélio, Honda CRF 450X – 5h13min56s9
2º – Jakub Przyngonski, KTM 690 Rally – 5h21min06s0
3º – Denisio do Nascimento, Honda CRF 450X – 5h22min46s9
4º – Juca Bala, KTM 450 EXC – 5h36min08s3
5º – Pedro Bianchi, BMW G450X – 5h38min56s2
6º – Jacek Czachor, KTM 690 Rally – 5h39min23s1
7º – Sergio Augusto Klaumann (Guto), Yamaha WR450 F – 5h45min04s5
8º – João Ricardo Geaquinto, KTM EXC – 5h46min27s3
9º – Fabrício Bianchini, KTM EXC 525 – 5h47min35s8
10º – Sérgio Henrique Klaumann (Ike), Yamaha W450 – 5h56min28s7

Motos (tempo acumulado)
1º – Zé Hélio, Honda CRF 450X – 17h31min51s2
2º – Denisio do Nascimento, Honda CRF 450X – 18h12min31s2
3º – Juca Bala, KTM 450 EXC – 18h25min57s6
4º – Fabrício Bianchini, KTM EXC 525 – 19h03min41s3
5º – Rodolpho Mattheis, KTM 450 EXC – 19h11min28s0
6º – Jacek Czachor, KTM 690 Rally – 19h21min48s0
7º – Clécio Maestrelli, Suzuki DRZ 400 – 19h29min25s8
8º – Dimas Mattos, KTM 690 Rally – 19h44min03s2
9º – Sergio Ferraz Ribeiro Filho, KTM 530 C – 19h52min53s8
10º – João Ricardo (Jotão), KTM EXC – 20h08min20s4

Quadriciclo (especial)
1º – Cristiano Souza Batista, Suzuki 450 – 5h52min10s6
2º – Carlo Collet, Can-Am Renegade – 6h00min05s2
3º – Heronaldo de Andrade, Yamaha Raptor 700 – 6h45min45s2
4º – Bruno Leão, Can-Am Renegade – 6h58min31s4
5º – José Demontier, Suzuki LTR 450 – 7h06min49s6

Quadris (tempo acumulado)
1º – Cristiano Souza Batista, Suzuki 450 – 20h19min40s1
2º – Carlo Giovanni Collet Junior, Bombardier Renegade – 21h22min48s3
3º – Bruno Leão, Bombardier Renegade – 23h44min15s2

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *