Rally dos Sertões: Sampaio e Tarnaud terminam bem classificados na 1ª etapa do Sertões

Equipe Baterias Heliar enfrenta problemas mecânicos, mas mesmo assim, terminam bem classificados na Geral.

Antonio Sampaio e Laurent Tarnaud, da Equipe Baterias Heliar, venceram os desafios da 1ª etapa do Rally dos Sertões e terminaram o dia na 20ª posição na Geral, com o tempo de 3 horas 40 minutos 37 segundos.

O percurso, que partiu de Goiânia, GO, com destino a Minaçu, GO, teve 646 quilômetros e foi dividido em duas especiais, sendo elas de 105 e 118, respectivamente. No primeiro trecho cronometrado, os obstáculos foram bastante difíceis, com muitas pedras, curvas, erosões enormes em trechos estreitos e com muita poeira.

A dupla desenvolvia um bom desempenho até a metade da disputa, quando os dois amortecedores traseiros estouraram. “É a parte que proporciona maior estabilidade no carro, e por esse problema, o veículo começou escorregar e tive de baixar o ritmo para evitar acidentes ou maiores quebras”, contou consciente, o piloto Sampaio. Ele acredita que a quebra do equipamento aconteceu devido a quantidade de erosões ao longo do caminho. “Foram buracos e pedras a prova toda, e isso exigiu demais do sistema de suspensão”, completou. Para correr a segunda especial com maior segurança, os competidores retiraram dois dos quatro amortecedores da frente, e colocaram na parte traseira.

Mesmo com o contratempo, que tirou a possibilidade de uma melhor colocação na classificação geral do dia, piloto e navegador aprovaram a etapa. “Excelente, uma prova ótima”, elogiou o piloto, que não poupou elogios ao seu navegador. Essa é a primeira vez que Laurent compete no Rally dos Sertões, e o navegador está maravilhado com o que está vivendo. “Agora vejo o que é o Sertões. É outro mundo… Totalmente diferente do que eu imaginava”, declarou.

Para a 2ª etapa, que parte de Minaçu, com destino a Palmas, no Tocantins, a organização preparou um percurso de 551 quilômetros, com uma única especial de 255 quilômetros. As características da etapa serão muito parecidas com o que os competidores encontraram hoje, com trechos muito sinuosos, seguido por erosões e lombadas, com muito mata-burros longitudinais e verticais com vão central. O trecho continua muito travado, com travessia de rios e pedras. Haverá poucas partes onde os pilotos conseguirão desenvolver velocidade.

Depois de Palmas, TO, o rali segue para Alto Parnaíba, MA, Correntes, PI, Barra, BA, Seabra, BA, Brumado, BA, Cândido Sales, BA, com chegada em Porto Seguro, BA, no dia 4 de Agosto.

Antonio Sampaio e Laurent Tarnaud são patrocinados pela Baterias Heliar, H2O Ambiental e contam com apoio da Schaeffler Group (Ina-Luk-Fag), concessionária Troller Trilha 23 , Dekalk Sign, Estúdio Zepelim, Pop Agência Publicitária e Miaki Pisos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *