Rally: Em dia de serra e muita chuva, Riamburgo Ximenes e Stanger Eller vencem a terceira etapa e seguem firmes de olho no título

Mesmo com a redução do trecho cronometrado a dupla cearense fatura mais uma etapa.

Eles vieram para acelerar, e estão dia a dia, conquistando o objetivo em jogo: o título do Piocerá 2009. Por aqui nada é fácil, a disputa entre as duplas é a melhor dos últimos anos e cada segundo fará diferença para o resultado final. O terceiro dia de competição foi em meio a sinuosidade da serra de Viçosa do Ceará, que mostrou aos competidores que para acelerar de verdade é preciso não ter medos, e encarar abismos e curvas variadas com ou sem chuva, mas de pé embaixo.

A chuva por sua vez não deu tréguas a etapa de hoje e foi ainda mais intensa que a do dia anterior. Devido a grande quantidade de água, a trilha estava encharcada e por isso a organização optou por reduzir o trecho cronometrado de 159 para 120 quilômetros.

 “A chegada ao Ceará foi debaixo d’água, buscando a vitória e ainda administrando alguns problemas de vedação do nosso carro.  Mesmo assim, conseguimos superar nossos problemas, vencemos o dia e somos os lideres na geral, somadas as três etapas realizadas até agora. Mas ainda temos uma quarta etapa pela frente, e ela será decisiva. Nossos concorrentes são fortes oponentes e um rali se conquista dia a dia, mas só o vencemos na bandeirada final.”, nos conta Ximenes.

Riamburgo Ximenes venceu o Piocerá seis vezes, seu primeiro título na competição foi conquistado em 1999 competindo de moto, depois vieram mais cinco: nos carros, nos anos de 2001, 2002 e 2003, foram três vitórias consecutivas. Em 2004 mais um título, só que dessa vez,  na categoria quadriciclos e em 2006 venceu novamente nos carros. Em 2007 ele não participou da prova devido sua ida ao Dakar quando foi o melhor estreante na maior prova off road do mundo. Em 2008 liderava a competição quando quebrou a 18 quilômetros da linha de chegada.

Para este sábado, a organização promete 148 quilômetros de muito calor e variação constante de terrenos. A largada acontecerá a partir do meio dia à 40 quilômetros de Sobral, e o final da especial será em Tejuçuoca, CE, de lá os competidores seguem em deslocamento para a praia do Cumbuco onde acontece o encerramento do evento. A expectativa da organização é que os competidores do VeloPiocerá cheguem ao Cumbuco por volta das 16:00h.

Da regularidade para a velocidade

O Piocerá é conhecido como uma das principais provas nacionais de regularidade, porém a chegada da velocidade vem impactando os competidores que a cada ano fazem crescer o grid do VelôPiocerá, nome dado a categoria de velocidade da prova e que reúne quase 30 carros na edição deste ano.

“Boa parte dos competidores de velocidade vem da regularidade. Eu me lembro com alegria dos meus primeiros anos de participação no Piocerá competindo na regularidade e sonhando em um dia acelerar forte e com os melhores do país. Hoje me sinto muito feliz por ver a prova crescer, e reunir duplas importantes do cenário regional e brasileiro. Essa mescla credibiliza a prova e atrai mais gente para o esporte”, avalia Stanger Eller.

Na regularidade, 47 carros e 217 motos largaram de Teresina na quarta-feira, 28 de janeiro, rumo à chegada, que acontece a partir das 14:00hs de amanhã, na praia do Cumbuco, a 30 quilômteros de Fortaleza, capital do Ceará. Até o momento, o resultado oficial destas categorias não havia sido divulgado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *