Rally: Equipe Codipar Racing conclui o Rally do Sol na décima posição

Willem e Doris consideram resultado positivo por ser uma categoria com disputas mais competitivas.

A equipe Codipar Racing formada por Willem van Hees e Doris van Hees conquistou neste sábado a décima posição na categoria Super Production no Rally do Sol, correspondente à segunda etapa do Campeonato Paulista de Rally Cross Country, realizado em Franca. A dupla fez o percurso de 111 km em 02h02min21seg.

Depois de passarem por problemas com os pneus na primeira etapa que aconteceu em Pindamonhangaba no mês de fevereiro, o resultado deste fim de semana é mais animador, apesar de a planilha estar exigindo mais do navegador e deixa a dupla ainda mais confiante para buscar melhores posições nas próximas disputas.

Apesar das dificuldades apresentadas no trecho e um traçado com diversos tipos de piso, muitos carros quebrados, um forte calor e muita concentração, o décimo lugar na Super Production e a 20ª posição na classificação geral é mais um aprendizado e motivo para se aperfeiçoar ainda mais para a prova de São Carlos, que acontece no fim de abril, quando serão realizadas três etapas.

O primeiro objetivo de Willem e Doris para a etapa de Franca foi realizado. “Completamos a etapa que por sinal foi sensacional. O Super Prime, trecho em circuito fechado com 2,3 quilômetros e com largada de dois carros em circuitos paralelos, deu uma apimentada ao evento. A variedade de pisos nas especiais fez com que muitos carros quebrassem. Era uma prova de usar cautela em alguns trechos. Quando eu pensava que estava tranqüilo vinha uma curva e um areião. Totalmente desafiador”, analisou o piloto holandês Willem.
 
A navegadora Doris avaliou que o Rally do Sol foi bem planejado e ofereceu muita emoção aos competidores, sempre exigindo grande atenção. “Realmente foi uma prova de resistência. Foi necessária muita concentração e exigiu muito da navegação, não admitindo erros. Na primeira especial, perdi uma referência que prejudicou todo o restante do percurso, a partir desse ponto o hodômetro não batia mais com a planilha, assim acabamos passando direto pelo way point 5 e 6, ponto obrigatório de passagem, previsto em regulamento punição de 5 minutos para cada um, pois significa corte de caminho ou erro de navegação. Mas o percurso como sempre bem planejado pelo organizador Deco Muniz”, enfatizou Doris ao fim das especiais.

Willem van Hees e Doris van Hees recebem o patrocínio da Codipar – Equipamentos e Assessoria para Indústria Alimentícia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *