Rally: Equipe Salvini Racing parte para a segunda experiência com o Mercedes Atego

Depois da boa performance no Rally dos Sertões, Carlos e Guido Salvini e Fernando Chwaigter colocam mais uma vez o Mercedes-Benz Atego 1725 Rally nas trilhas do cross-country.



As feras do cross-country brasileiro voltam a acelerar os motores de suas máquinas, nos dias 15, 16 e 17 de setembro, na cidade de Itupeva, SP. Depois de enfrentarem o desafio do Rally dos Sertões, as equipes darão continuidade ao Campeonato Brasileiro de Rally Cross-Country, que com o Baja SerrAzul, concretizará a 4ª etapa da competição.


 


A equipe Salvini Racing, que conta com a habilidade e experiência do piloto Carlos Salvini, do navegador Guido Salvini e do co-piloto Fernando Chwaigter, partem para esse desafio em busca de uma recuperação no campeonato. O trio ocupa a 3ª posição do certame. “Ainda faltam três etapas para o final da competição, portanto, temos esperanças de conquistar o tricampeonato. O campeonato ainda está em aberto”, disse Guido. A Salvini Racing é a única e atual equipe bicampeã brasileira, e correrá a bordo de um Mercedes-Benz Atego 1725.


 


O rali terá 215 quilômetros e largará em frente ao parque de diversão Hopi Hari, ao lado do shopping SerraAzul. Segundo a organização do evento, a prova acontecerá em uma fazenda e ao redor da rodovia dos Bandeirantes, misturando trechos in e outdoor, com diversos tipos de terreno.


 


Para encarar as etapas seguintes do Brasileiro, o time da Salvini Racing fez uma adaptação no caminhão que utilizará nas próximas corridas. “Com os novos interesses comerciais da Mercedes-Benz na família Atego, os trabalhos tiveram de se reiniciar. As experiências adquiridas nos ralis passados com o antigo caminhão, o Flextruck 1728, não se perdem, mas precisam ser adequadas ao novo produto”, declarou o engenheiro da marca, Roberto Zeininger.


 


Os aperfeiçoamentos do Atego serão intercalados nas etapas seguintes. “Apesar dos modelos serem parecidos, eles têm particularidades diferentes. O comportamento de uma mola num veículo, por exemplo, pode não ser o mesmo no outro”, explicou Zeininger.


 


Por isso, para o Baja SerrAzul, a Salvini Racing testará uma nova suspensão traseira, já que a antiga não proporcionou o resultado esperado pela equipe. Acompanham as primeiras adaptações alguns batentes e protetores, principalmente, no pára-brisa, pois o Atego é cerca de 1 metro mais alto que os caminhões pequenos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *