Rally: Evolution Racing Team contará com duas duplas cearenses no Rally dos Sertões

Cleber Rosa/Eduardo Rebouças e Luiz Aguiar/Sérgio Bessa disputam a edição 2009 da prova com duas picapes Mitsubishi L200 RS pela categoria Super Production.

Com um percurso 90% inédito, o rali terá Em ritmo de contagem regressiva para a 17ª edição do Rally Internacional dos Sertões, as duplas Cleber Rosa/Eduardo Rebouças e Luiz Aguiar/Sérgio Bessa aumentam o grid dos competidores cearenses na maior prova off-road do país. Representando a Equipe Evolution Racing Team, eles esquentam a briga pela categoria Super Production.

A proximidade do rali, que tem início no próximo dia 23 em Goiânia (GO) e termina mais de cinco mil quilômetros depois em 3/7 em Natal (RN), tem mudado parte da rotina das duplas de Fortaleza. Acertos finais, treinos, avaliação do roteiro e preparação para aguentar o duro desafio de 10 etapas, agitam os dias dos integrantes da equipe.

Cleber e Rebouças partem para segunda participação na prova e contam com a experiência do ano passado, quando se classificaram em 7ª na Super Production e também de outras provas que estão disputando para enfrentar o certame.

“Apesar de ser uma prova de Velocidade, o Sertões vem a cada ano, pelo menos para as equipes menores, se tornando um exercício de paciência. Por isto, nossa expectativa é chegar todos os dias e desta forma, temos certeza que iremos alcançar um bom resultado”
, explica o piloto, único da equipe nascido em Goiás, mas que se considera um cearense de coração por residir há 20 anos em Fortaleza.

Rebouças acumula alguns títulos de Rally Velocidade e foi Campeão do RN1500 em 2006 e acredita que além de um bom equipamento, a sintonia entre piloto e navegador é essencial. “Durante as provas, meu entrosamento com o Cleber é muito bom e isto colabora demais para o nosso desempenho, como foi no Sertões passado. Pretendemos fazer uma prova para chegar todos os dias”, reforça o navegador.

Já para dupla Aguiar e Bessa a expectativa é muito maior. Após duas participações (2002 e 2004), o piloto ficou cinco anos afastado da prova e retorna este ano, enquanto o navegador disputa pela primeira vez a competição. “Este ano vai ser minha reestreia, primeiro quero chegar e segundo quero ficar entre os vinte na geral. Por o roteiro ser 90% inédito, acredito que fica mais desafiador ainda. Acho que a organização soube dosar muito bem na seleção de pisos e dificuldades e todos vão aprovar”, explica Aguiar.

Mesmo estreando no Rally dos Sertões neste ano, Bessa vem participando de ralis como o RN1500, Mitsubishi Cup, Copa Troller para se preparar e tem dois títulos de Campeão Cearense de Regularidade e um de Campeão na Copa Troller. “Minha expectativa é grande, será a realização de um sonho! Estamos nos preparando, fazendo treinos nos finais de semana e acredito que minha experiência em areia vai nos ajudar também”, afirma o navegador que não vê a hora de largar.

A dupla Cleber Rosa e Eduardo Rebouças conta com o patrocínio da Alunobre Ltda e apoio da Alcoa Alumínio S.A, Alconort Ltda e Jarauto Ltda. Enquanto a dupla Luiz Aguiar e Sérgio Bessa tem patrocínio do Cartório Aguiar e apoio da Braslimp – Limpeza Urbana.um total de 5.053 quilômetros de extensão, desde o ano de 2001 que a prova não ultrapassava os 5 mil quilômetros. Com largada no dia 24, de Goiânia (GO), a caravana irá percorrer sete estados brasileiros, até chegar a Natal (RN), em 03 de julho.

Para o Willem o importante em competições como os Sertões, com especiais de mais de 300 quilômetros, onde os competidores têm pela frente todo tipo de terreno e obstáculos, é importante manter a regularidade, para conseguir chegar ao final. Mas segundo o piloto da Codipar Racing, a expectativa é a melhor possível. “Com as experiências dos anos anteriores esperamos completar cada dia sem problemas. O carro está revisado nos mínimos detalhes, e acredito que se a equipe fizer um bom trabalho, será possível chegar ao final”, argumentou.

Visando buscar maior competitividade, a dupla deve competir na categoria Production, após quatro anos disputando pela Protótipos. “É quase 99% de certeza que iremos disputar pela Production, já que nosso carro desta categoria está mais competitivo. Vamos em busca de um bom resultado, por conta do orçamento reduzido, o Production é também mais econômico de preparar”, lembra Willem.

Segundo as informações divulgadas por Marcos Moraes, organizador dos Sertões, durante o Briefing, várias etapas irão exigir atenção máxima dos navegadores. Alerta às informações divulgadas, Doris espera realizar um bom trabalho. “Estou super animada, e o Willem está empenhado em deixar o carro perfeito. Após o briefing de ontem, vi que teremos muita coisa nova no percurso este ano. Anotei várias observações, e vou estudar bastante. Farei o possível para realizar um bom trabalho, e ajudar a equipe a conquistar um bom resultado”, ressaltou.

“Faltando alguns dias para a largada, fica difícil segurar a ansiedade. Olhando as imagens da edição passada, que foram transmitidas no briefing, aumenta ainda mais a expectativa, da uma vontade de disputar logo a primeira etapa, para baixar um pouco a adrenalina”
, concluiu Doris.

A Codipar Racing segue para Goiânia no próximo dia 19, acompanhada de quatro mecânicos, em dois Troller de apoio rápido, uma caminhonete 4×4 de apoio logístico, com motorista e cozinheiro, e um caminhão oficina com carreta dormitório, com motorista e ajudante.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *