Rally: Final noturno assustou competidores

Considerada uma das especiais mais difíceis já disputadas no Rally dos Sertões, o primeiro dia de prova entre Goiânia(GO) e Minaçu (GO) marcou os pilotos pela dificuldade técnica do trecho, nesta quinta-feira. A equipe Grupo Coral, de Goiás, foi a que mais evoluiu na disputa deste primeiro dia de competição ocupando a quarta e sexta colocação no geral.

O grande vilão do dia foi no final da especial, quando já era noite. “O dia hoje foi bem travado, não tivemos condições de manter uma média de velocidade alta”, contou o piloto Vanderlei Cassol, quarto lugar na classificação geral. Fazendo dupla com o piloto, Rodrigo Melo contou que foram poucos os momentos em que conseguiram desenvolver velocidade alta. “Foram poucas as vezes que conseguimos chegar ao limite máximo de velocidade, 150 km/h”, contou o navegador.

A outra dupla da Equipe Grupo Coral, também subiu posições importantes nesse primeiro dia de competição. “Subimos de 18º para sexto no geral. Isso foi muito bom e queremos administrar essa vantagem”, contou Marcos Cassol, piloto goiano. Já para seu navegador o resultado não foi surpresa. “Sabemos que tínhamos condições de ganhar várias posições já no primeiro dia. Vamos brigar muito na segunda especial (nesta sexta) e tentar brigar com nossos companheiros de equipe”, brincou Kleber Cincea.

A disputa desta sexta feira será entre o município de Minaçu (GO) e a capital Palmas (TO).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *