Rally Interoceanica: Equipe Brasil JT Rally Team/Acelera Siriema conquista bons resultados no Prime

Competidores definiram a ordem de largada no Autódromo de La Chutana e os brasileiros Tony Kranzegger/Nilo de Paula foram os mais rápidos na categoria TS, em segundo, na mesma categoria vem a dupla Junior Siqueira/Felipe e Luiz/Cris Facco garantiram o segundo tempo na categoria N4 Light

A programação do primeiro dia do Rally Interoceanica Peru-Brasil, realizada na terça-feira (18), não poderia ter sido mais agitada para a equipe brasileira que foi recebida calorosamente na capital peruana. Junior Siqueira/Felipe Costa, Tony Kranzegger/Nilo de Paula e Luiz Facco/Cris Facco são as duplas da Equipe Brasil JT Rally Team/Acelera Siriema que representam o país neste desafio internacional, que acontece até domingo (23), entre Lima/Peru e Rio Branco, no Acre.

Pela manhã, os competidores foram recebidos no Palácio do Governo, onde no próprio pátio, participaram da Largada Promocional com a presença do presidente peruano Alan García Perez e demais membros do staff e da organização do rali. Em seguida, a equipe se deslocou para o Autódromo de La Chutana para a disputa do Super Prime, que definiu a ordem de largada para a primeira etapa, desta quinta (20) e o resultado empolgou os brasileiros.

Kranzegger e Nilo que a princípio disputariam pela categoria N2, mudaram para TS e levaram a melhor. A dupla foi a mais rápida na categoria com o tempo de 1m23s4. Em segundo lugar, na mesma categoria Siqueira/Costa fecharam em 1m26s4. Já Facco e Cris garantiram o segundo melhor tempo na categoria N4 Light, com1m24s8, a bordo de um Subaro STI.

“Este resultado foi um estímulo e tanto porque ainda estamos conhecendo o carro (Toyotoa Zela 2.0) e ganharemos confiança a cada quilômetro percorrido. Tudo é bem diferente, o piso de asfalto, o próprio carro mas a nossa expectativa é manter a cabeça no lugar e completar a prova”, diz o piloto Kranzegger, que largará na frente na categoria.

A empolgação do companheiro de equipe também não é diferente. “O resultado do Prime mostrou que temos um carro competitivo nas mãos e isto já nos dá mais segurança para nossa primeira disputa internacional. Estamos ansiosos, afinal será um longo roteiro até Rio Branco e exigirá bastante técnica e conhecimento do percurso que ainda não temos, mas vamos fazer parte do levantamento nesta quarta”, afirma Siqueira, que pilotará o outro Toyota.

O atual Bicampeão do Rally dos Sertões 2009/2010 (Super Production) e Bicampeão Paulista de Rally de Velocidade 2009/2010 (A6), elogiou a organização dos peruanos a preocupação para com o evento. “Nunca havia participado de um evento desportivo com tanta receptividade e tivemos um dia cheio, além do deslocamento de 500 quilômetros até Nazca. O excelente resultado da nossa equipe é uma pequena amostra do que virá pela frente. Teremos muito trabalho para completar em quatro dias cerca de 2 mil quilômetros, ainda nos adaptar ao carro, mas estamos muito felizes por representar o Brasil nesta prova histórica”, finaliza Facco.

Velocidade em 2 mil km de asfalto – O 1º Rally Interoceanica Peru-Brasil, organizado pela Federação Peruana de Automobilismo (Fepad) e pelo governo do Peru, é uma prova de Rally de Velocidade que marca a abertura da Rodovia Interoceânica do Sul (IIRSA), que liga a capital peruana ao no Acre. O percurso será de 1.955,4 quilômetros, dos quais 1.809,7 de trechos cronometrados e 145,7 de deslocamentos. Serão nove especiais e a largada será nesta quinta (20), quando os competidores fazem o primeiro dia entre Nazca e Abancay. O rali passará também pelas cidades de Urcos, Chalhuanca, Cuzco, Mazuco, Puerto Maldonado e Iñapari e em território brasileiro inclui passagem por Brasiléia e Rio Branco. Nesta quarta (19) acontece a largada promocional na Praça das Armas, em Lima. Acompanhe a programação da prova no site www.fepad.com.pe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *