Rally: Palmeirinha quebra sequência de Neves

O paulista Paulo Nobre, o Palmeirinha (Itaú Private Bank), venceu neste sábado (11/08) a terceira especial do 15º Rally dos Sertões entre os carros. Pilotando uma BMW X3, Nobre e seu navegador, o português Filipe Palmeiro, estabeleceram o tempo de 3h57min19s no trecho cronometrado de 358 km de extensão entre Palmas/TO e Alto Parnaíba/MA. Assim, Nobre/Palmeiro quebrou a sequência de vitórias da dupla Mauricio Neves/Clécio Maestrelli, ganhadores das primeiras especiais realizadas.

 


O sábado marcou a entrada no Jalapão, região temida pelos competidores do Rally dos Sertões, assim como a Mauritânia assusta os competidores do Rally Dakar. Os participantes enfrentaram trechos rápidos, partes muito sinuosas com areia, além da navegação complicada, já que muitas vezes a trilha a seguir não era visível. “O Palmeiro esteve perfeito, apontou o caminho a ser seguido sem vacilar e “debutou” em grande estilo no Jalapão”, revelou Nobre. Um ponto da 15ª edição da prova que ainda incomoda Palmeirinha é o limite de velocidade de 150km/h, já que o piloto aponta que é mais perigoso fazer uma curva a 145km/h com o olho no velôcimetro do que a 160 e toda a sua atenção voltada para a pilotagem.


Maior vencedor de etapas na edição 2006 da prova, com quatro primeiros lugares, Palmeirinha comemora sua primeira vitória no Sertões 2007 depois de enfrentar dois dias marcados por problemas. “Enfim fiz uma especial de palmeirense. Temos muito ainda a melhorar, mas a vitória na especial de hoje eu queria dedicar a minha equipe e ao meu navegador, apesar de ainda me sentir em dívida com eles pela estupidez que fiz ontem. Mas se no golf você tem que esquecer o erro em um buraco para conseguir jogar bem os buracos seguintes, no rali a situação é bem parecida. Hoje tentei esquecer os erros do passsado e iniciar uma nova prova”, disse Palmeirinha.


Apesar do excelente resultado, o palmeirense se mantém realista quanto as suas chances de vitória no maior rali das Américas. “Não canso de dizer, que o rali, assim como o futebol, é uma caixinha de surpresas. Vamos correr até o final com a mesma vontade de sempre. Porém, não se iludam com a possibilidade de uma vitória, pois na atual circunstância não depende mais de nós, já que a diferença é muito grande. Precisaríamos de uns 20 dias de rali para tirar no braço a vantagem que nos separa dos líderes”, afirmou Nobre, que com a vitória no dia de hoje passou para a 11ª posição na classificação geral entre os carros.


A especial deste sábado foi Maratona, ou seja, assim que os carros chegaram a Alto Parnaíba, foram encaminhados para o Parque Fechado, de onde só saem amanhã para a largada da quarta especial, sem direito ao trabalho de revisão e reparos das equipes de apoio. Neste Domingo, o Rally dos Sertões deixa Alto Parnaíba com destino a São Raimundo Nonato. Confira os detalhes:
12 de agosto – Alto Parnáiba/MA a São Raimundo Nonato/PI
Total: 643 km
Deslocamento inicial: 4 km
Especial: 309 km
Deslocamento final: 330 km


Classificação da terceira especial:
1º Paulo Nobre/Filipe Palmeiro (BMW), 03h57min19s
2º Guilherme Spinelli/Marcelo Vivolo (Mitsubishi), a 2min43s
3º João Antônio Franciosi/Eduardo Bampi (Mitsubishi), a 12min49s
4º Mauricio Neves/Clécio Maestrelli (Mitsubishi), a 13min37s
5º Reinaldo Varela/Marcos Macedo (Mitsubishi), a 16min07s
6º Marlon Koerich/Joseane Koerich (Chevrolet), a 18min31s
7º Roberto Reijers/Marcos Rogério Almeida (Ford), a 19min30s
8º Marcos Cassol/Kleber Cincea (Mitsubishi), a 19min58s
9º Marcos Baumgart/Alessandro Fabricio (Mitsubishi), a 24min46s
10º Angelo Guazzelli/Carlos Eduardo Brites (Mitsubishi), a 27min58s


O resultado geral entre os carros:
1º Mauricio Neves/Clécio Maestrelli, 14h17min13s
2º João Antônio Franciosi/Eduardo Bampi, 14h35min49s
3º Reinaldo Varela/Marcos Macedo, 14h43min57s
4º Marcos Cassol/Kleber Cincea, 15h06min52s
5º Marcos Baumgart/Alessandro Fabricio, 15h29min13s
6º Marlon Koerich/Joseane Koerich, 15h43min22s
7º Luis Carlos Nacif/Marco Tulio Lana, 15h44min21s
8º Guilherme Spinelli/Marcelo Vivolo, 15h48min16s
9º Angelo Guazzelli/Carlos Eduardo Brites, 15h49min28s
10º Pedro Paulo Gouvea Jr./Wagner A. de Paula, 16h01min49s
11º Paulo Nobre/Filipe Palmeiro, 16h12min05s

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *