Rally: Paulista off-road e Brasileiro de regularidade encerram prova nesse segunda-feira

O Rally dos Pinhais, 3ª etapa do Campeonato Paulista Off-Road de Regularidade e 1ª etapa do Brasileiro de Rally de Regularidade, que estão acontecendo na cidade de São Carlos e Itirapina, têm última especial nesta segunda-feira (30). As 38 duplas nas categorias Super Máster, Graduados e Turismo, percorreram 162 quilômetros, 89 de trechos cronometrados na fazenda Usina de Itirapina.

Neste domingo, os campeões na Super Máster ficou com Leonardo Moreti/Denílson Finotti, na Graduados Valter Cabral/JoÏ Gasparini e na Turismo Guilherme Rodrigues Alves/Ricardo Schaffner. Um verdadeiro espetáculo da natureza foi vista e percorrida pelos participantes do Rally dos Pinhais. O percurso seguiu por terreno parecido ao encontrado no Deserto do Jalapão  um dos trechos mais difíceis para quem compete no Rally dos Sertões  com muita areia, a disputa exigiu bastante dos veículos na maioria Troller, Chevrolet e Mitsubishi.

Com quatro horas de duração foi mantida a dificuldade na navegação do primeiro dia com referências próximas. Boa parte em reflorestamento de Pinho.  No terceiro e último dia, a prova passará pelo percurso onde aconteceram duas etapas do Campeonato Paulista de Rally Cross Country. Serão 75 km em 2h40, na Fazenda da Usina da Serra/Cosan, canavial, piso duro, pedrisco, bastante navegação, dia mais leve por ser o último dia de prova, uma aliviada para os competidores. A premiação está programada para as 15h00, na Fazenda Santa Maria Monjolinho, na cidade de São Carlos.

Denílson Felício Finoti, navegador campeão do segundo dia na categoria Máster, falou sobre a estratégia para a última especial. “Pelas informações do diretor de prova Clayton Prado, a terceira especial será mais tranqüila, mas a navegação será essencial, principalmente no controle do hodômetro, quem conseguir melhor acertar o equipamento levará vantagem. Vamos manter a concentração, nas entradas e correção das referências na aferição”, comentou Denílson, campeão na Super Máster em 2006, que este ano compete com piloto estreante na categoria.

As duplas enfrentaram terreno bem diversificado e seco. “Uma prova muito boa, me apaixonei pelo percurso, paisagens emocionantes. A especial de hoje exigiu demais. A primeira parte da prova, teve médias bem próximas com diversos laços e balaios, além de trechos com erosão. Na segunda parte já foi mais light, mesclado de areia e piso duro. Alguns competidores atolaram, tivemos muita cautela nesses pontos. A maioria cometeu erros, coisa normal como nós também erramos, tudo ótimo, muito bem organizado, ficamos satisfeitos”, disse Sonia de Lima, navegadora no Turismo com Troller número 58, que compete apenas no Paulista Off-Road.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *