Rally: Paulo Nobre disputa Rally dos Faraós

Piloto se preparou para a prova em Dubai, nos Emirados Árabes, para um treino específico nas dunas.


No dia 3 de outubro, será dada a largada para sétima etapa do Campeonato Mundial de Rally Cross Country, no Egito. A prova contará com sete etapas e somará, aproximadamente, 2 600 km entre trechos cronometrados e especiais. Essa será a segunda rodada do certame, na qual Palmeirinha correrá com a equipe oficial BMW, a New Dimension X-Raid.

Visando o Rally dos Faraós e, principalmente, o Lisboa-Dakar 2007, Paulo Nobre seguiu para Dubai, nos Emirados Árabes, para treinar nas dunas com um grande especialista no assunto, o professor Fady Melki. “As dunas são o meu pesadelo nas provas do Mundial de Cross Country. Mas o Rally da Tunísia e o treino com a equipe oficial BMW, no Marrocos já tinham me dado uma noção de como lidar com elas. Entretanto, esse treino específico nas dunas aqui no Dubai, com um especialista no assunto, foi muito produtivo. Atolamos, pelo menos, uma vez por dia, mas descobri que mesmo com um carro standard é possível passar por quase todos os lugares. O importante é ter calma, saber ler o terreno e, principalmente, se divertir. Vamos ver se já colhemos algum fruto disso, na semana que vem, no Rally do Egito”, contou Palmeirinha, que se diz ansioso com essa prova, pois na Tunísia enfrentou dunas e dunetes com uma Mitsubishi L200 Evolution e teve muita dificuldade. “Agora a expectativa é grande, já que guiarei uma BMW X5 cc e também porque as dunas no Egito são bem maiores e eu estou um pouco menos cru”, completou o piloto.

Nesta etapa, Nobre terá ao seu lado o experiente navegador Alain Guehennec, que atuou como co-piloto do árabe Nasser Saleh Al Attiyah no Rally Dakar 2006, correndo com uma BMW X3cc, da equipe New Dimension X-Raid. “É uma pena o Luís Palu não poder correr essa prova comigo. Primeiro, porque quanto mais andamos juntos, mais afinamos o nosso entrosamento e, também, porque seria uma ótima oportunidade para ele treinar neste tipo de terreno, no qual o navegador tem um papel fundamental no desempenho. Além disso, porque ele é um parceirão e sua presença anima toda a equipe. Entretanto, terei a oportunidade de correr com um navegador bem experiente e que já andou com muitas feras do circuito. Isso me ajudará a falar para o Palu as manhas que o cara tem”, explicou Nobre.

O primeiro estágio do Rally dos Faraós, no Egito, será entre o Cairo e Baharija. Os competidores enfrentarão um total de 340 km neste dia. A largada ocorrerá a 60 km do Cairo, na estrada dos Oásis e as duplas terão de percorrer 60,12 km até chegar no primeiro posto de controle.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *