Rally: Promacchina pronta para abertura do Brasileiro de Cross Country

Invicta no Paulista, equipe vai otimista para Barretos.

A equipe paranaense Promacchina Rally confirmou a inscrição das duplas Maurício Neves/Clécio Maestrelli e Fellipe Bibas/Emerson Cavassin no Campeonato Brasileiro de Rally Cross Country, que inicia sábado, com a disputa do 1º Rally Barretos, na cidade do noroeste do Estado de São Paulo. Neves e Maestrelli venceram as duas etapas já disputadas no campeonato paulista da categoria usando uma Mitsubishi Evo desenvolvida pelo time de Curitiba com base no modelo L200 Evolution; pela primeira vez na temporada Bibas e Cavassin terão um modelo idêntico ao que dominou as provas de Pindamonhangaba e Franca, o que aumenta o otimismo da brigada paranaense, como explica Neves, piloto e diretor técnico:

“Nas duas primeiras etapas do Paulista apenas o meu carro estava em condições de ser usado em provas, razão pela qual o Bibas competiu com uma RS200 Superproduction. Com base nas avaliações práticas realizadas nesses dois ralis conseguimos definir a receita do nosso equipamento e terminar o segundo Evo Promacchina. Estamos otimistas,  e eu, particularmente, tenho certeza que o Bibas vai consolidar sua evolução como piloto. Por outro lado, não podemos esquecer que nossos principais concorrentes têm apoio direto das fábricas”
Segundo Neves, as grandes forças da temporada são as duplas oficiais da Mitsubishi, formadas por Guiga Spinelli/Marcelo Vivollo e Ingo Hoffmann/Lourival Roldan, que “deverão estrear um modelo desenvolvido secretamente há dois anos”. As Ford Ranger comandadas por Edu Piano e Roberto Reijers igualmente são citadas entre os vencedores potenciais.

Evo Promacchina visa Rally dos Sertões

O Mitsubishi Evo Promacchina é um modelo desenvolvido em Curitiba e baseado nas exigências da principal prova latino-americana de cross country, o Rally dos Sertões, que este ano será disputado entre 6 e 18 de agosto. Para chegar a esse objetivo o time paranaense conta com uma equipe de 25 pessoas, incluindo técnicos e engenheiros, todos comandados por Maurício Neves, que tem no seu currículo experiência no automobilismo internacional, onde atuou como engenheiro de pista na Fórmula 3000, categoria precursora da atual GP2. Além dos especialistas e de maquinário apropriado, a Promacchina conta ainda com sua própria pista de testes, situada nos arredores de Curitiba. O circuito de 2,5 km reproduz a maioria dos obstáculos enfrentados nas provas disputadas no País.

A Evo Promacchina tem características que a diferem dos modelos de fábrica, como os radiadores duplos de água com circuitos semi-independentes de fluído, intercooler para a mistura ar-combustível e até mesmo um radiador exclusivo para o óleo diesel. Graças à cabine com vedação apropriada para isolar a poeira típica do cross country brasileiro foi possível instalar um sistema de ar condicionado que aumenta o conforto e, consequentemente, o rendimento da dupla de tripulantes. Ao contrário do ano passado, quando preparou e ofereceu assistência em ralis para outros competidores, este ano a Promacchina vai focar seu trabalho nas duas pick-ups da equipe:

“Pelo menos no que diz respeito ao Campeonato Brasileiro vamos adotar essa postura”, explica Neves, antes de concluir que “de qualquer forma o desenvolvimento normal conquistado nas provas será repassado aos nossos clientes e amigos”.

Na temporada de 2006 Neves foi o quinto colocado na classificação geral e venceu na categoria Superproduction, na qual Fellipe Bibas foi o terceiro melhor do ano.

O Rally de Barretos será disputado sábado em um percurso de aproximadamente 270 km, com cerca de 200 km em provas especiais e piso predominantemente de areia. Segundo os organizadores o traçado apresenta poucos desníveis e mescla trechos de alta e baixa velocidade e muitos saltos em uma região com altitude média de 550 metros em relação ao nível do mar.

A equipe Promacchina Rally é patrocinada pela Mitsubishi, BF Goodrich, Tintas Palmar e Avalon Táxi Aéreo e conta com o apoio técnico da Mahle filtros e peças, EBC Freios e Motul.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *