Rally: Salvini Racing começa jornada em busca do tricampeonato brasileiro

Guido Salvini estreará como piloto da equipe Salvini Racing no Campeonato Brasileiro de Rally Cross-Country. A etapa de Barretos será o primeiro passo rumo ao tricampeonato nacional.

É grande a expectativa em torno da 1ª etapa do Campeonato Brasileiro de Rally Cross-Country, que acontece neste final de semana, em Barretos, interior de São Paulo. A equipe Salvini Racing já confirmou participação no certame e estreará Guido Salvini, no comando do Mercedes-Benz Atego 1725. Até o ano passado, o competidor ocupava o banco de navegador, e junto de seu pai, o experiente piloto Carlos Salvini e, o co-piloto Fernando Chwaigter, conquistou o vice-campeonato brasileiro, apenas 6,5 pontos atrás dos vencedores.

Neste ano, os integrantes da Salvini Racing trocaram de tarefas entre as competições do Paulista e Brasileiro de Rally Cross-Country. No Paulista, Guido assumiu a navegação e Carlos a pilotagem. No Brasileiro e Rally dos Sertões, Guido conduzirá o caminhão, Fernando continua como co-piloto em ambas as disputas. Fernando Montá, será o navegador para essa prova.

Para seguir os passos e dar seqüências as conquistas do pai, Guido se preparou bastante. Foram anos de aprendizagem ao lado de Carlos, onde o jovem piloto teve a oportunidade de observar as técnicas e macetes de acelerar um caminhão de rali, por isso, são grandes as chances de Guido fazer bonito dentro das trilhas, como já mostrou no Paulista em 2005 e 2006. “O Brasileiro é muito importante para nós, por isso, precisamos conquistar novamente esse título para nossa equipe”, disse o piloto.

Essa será a primeira vez que Nando Montá correrá a bordo de um caminhão. “A Salvini Racing tem um currículo invejável e isso aumenta, e muito, a minha responsabilidade. Espero fazer jus à chance que me deram”, declarou.

E a prova promete. De acordo com Pró Esporte e Aventura (promotora do evento), estão programados cerca de 213 quilômetros de especiais, num percurso de boa aderência, mesmo em caso de chuva forte. O piso apresenta poucos desníveis, variando trechos de alta velocidade e de muitos saltos.

Guido acelerará com prudência para vencer a corrida, mas um forte aliado em busca do pódio é a resistência e robustez do veículo deste trio. “Já passamos pelos mais diversos tipos de situações off-road e submetemos nosso equipamento as dificuldades mais extremas. O Atego não quebra e isso é um ponto muito positivo que temos a nosso favor”, encerrou o piloto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *