Rally: Provas rápidas e muitas atrações com grande presença do público marcaram o emocionante Rali de Ouro Branco

Com 17 anos de história, mais de 12 mil pessoas de pessoas assistiram pilotos e navegadores de todo o país numa grande disputa, nos dias 20 e 21 de setembro. Na 6ª etapa do Brasileiro, 4ª e 5ª etapas do Mineiro de Rali de Velocidade e Trofeo Fiat houve quebra de recorde sul-americano, especial no asfalto, super prime e muita festa.

Oswaldo Scheer e Gilson Rocha venceram em Minas com 30s de diferença de Édio Fuchter e Gilvan Jablonski. Não somente com o primeiro lugar, o Alemão também cravou outra marca: bateu o recorde sul-americano da especial de Itatiaia, no sábado, percorrendo 11,50km em 07:21.00, e depois foi diminuindo a própria marca, chegando a 07:15.00 . Antes quem detinha o recorde era o argentino Luciano Bernardi, com de 7:26.06. Guilherme Spinelli e Marcelo Vivolo  chegaram em terceiro lugar.

O já campeão do CBR na categoria N3, Luís Tedesco, venceu em Ouro Branco ao lado do navegador Rafael Furtado, depois de recuperar 28 segundos de desvantagem devido a uma quebra: “Andamos forte desde o início, mas tivemos um problema na segunda especial e atrasamos. Conseguimos buscar o tempo e ainda sair na frente. Eu já cheguei aqui como campeão, mas vencer em Ouro Branco é tudo para mim”, diz o piloto. A equipe mineira Fabiano Altomar e Carlos Lapertosa, que correram as quatro etapas do fim de semana, chegaram na segunda posição seguidos de Marco e Mirella Oliveira.

Os líderes da N2, Bernardo Koller e Sidnei Broering venceram a etapa mineira, a frente da dupla Rafael Túlio e César Valandro, 15 segundos atrás devido a uma penalidade de 1min. A outra equipe da Chevrolet Rally Team, Ullysses Bertoldo e Armando Miranda, chegou em terceiro e aprovaram a prova tradicional: “Foi um pouco difícil, os trechos são rápidos. Espero estar aqui para competir novamente no ano que vem”, afirmou o piloto. O resultado da categoria N2 do CBR desta etapa está sob judice, pois houve um recurso contra o carro da dupla vencedora. Comissários técnicos recolheram o eixo do Celta para compará-lo a um original.

Num rali em família, Eduardo Scheer e Geferson Pavinato vencem as dificuldades da primeira vez nesta prova mineira e chegam em primeiro na N2 Light. José Barros Neto e Fábio Abreu ficaram em segundo seguidos dos mineiros de Juiz de Fora, na Zona da Mata, Marcelo Mendes e Breno Rezende. O navegador ficou animado com o rali de Ouro Branco e não quer ficar muito na disputa: “Entramos no meio do campeonato e está ainda um pouco difícil de definir se vai pra briga mesmo assim. Agora vamos continuar, porém mais animados depois deste primeiro pódio”, finaliza Breno.

Na A6, Leandro Brustolin e Daniel Ceconello abriram 10 pontos a frente de Luciano Fleck e Eduardo Morelli com a vitória deste final de semana, chegando aos 48 pontos. “Nós fizemos uma prova muito boa, então isso nos motiva a buscar o campeonato lá em Curitiba”, conta Ceconello. O segundo lugar no CBR na A6 para Fleck e Morelli não os tira a alegria de abrir ainda mais vantagem na mesma categoria no Campeonato Mineiro. A dupla agora é líder isolada com 30 pontos no regional e seguem firme em busca do título: “Eu queria muito ganhar essa etapa, porque o Morelli é mineiro. Nós já ganhamos em Divinópolis e agora aqui, então Minas sempre dá sorte para a gente”, relata Luciano.

4ª e 5ª etapas Campeonato Mineiro de Rali de Velocidade

Duas etapas do mineiro em um final de semana e dois primeiros lugares a Fabiano Altomar e Carlos Lapertosa. A equipe Marinelli Team ainda comemora a dobradinha de domingo, com Fábio Sacioto e Arthur Carrão. Após a premiação do CMR, houve um recurso alegando que a dupla da equipe Lobo Guará, com Marcelo Mendes e Breno Rezende, não estavam inscritos na categoria, mesmo apresentando os documentos da inscrição. Com isto Sacioto e Arthur ficam em segundo na 5ª etapa. A dupla não completou a prova do sábado, depois de bater na SS Itatiaia e ainda tiveram de comprar um carro de rali para correr no domingo.

No Cross Country, Luciano Lima e Roberto Corrêa vencem pela 4ª e 5ª vez, já colocando a mão na taça: “As especiais foram muito rápidas, então a nossa diferença para o segundo colocado foi muito pequena”, conta Luciano reconhecendo as dificuldades do rali de Ouro Branco. Anderson Guimarães e Rodolfo Tomé buscaram tempo em todas as especiais e chegaram em segundo nas duas provas do CMR. Na terceira colocação de sábado ficaram Hayato Hirashima e Kilder Araújo e no domingo com Antônio Teixeira e Lucas Teixeira.

SS7 Itatiaia – asfalto / Festa / Capotagens

Milhares de pessoas foram conferir as duplas percorrerem os 9km da Especial Itatiaia. Guilherme Spinelli e Marcelo Vívolo fizeram os 9km em 3min48s. “É uma coisa nova, que não temos no brasileiro. A gente fica receoso, sem saber como o carro vai se portar, mas com adrenalina correndo tudo vira um espetáculo”, diz Breno Rezende.

Para o líder da A6 do Mineiro o público de Ouro Branco mereceu a festa: “Este é um rali muito especial. Ainda mais com a presença do público. O trecho é bem técnico e liso também. A galera faz uma festa super legal, então não podemos fazer menos que dar um show para eles”, ressalta Luciano Fleck.

As estreantes Joseane Koerich e Emília Abadia, da N2 Light capotaram logo na descida da SS2, no sábado. Antônio Carlos Viana e Emerson Showboy também viraram no mesmo trecho, porém no domingo na SS11.

Trofeo Fiat

No sábado Fabiano Altomar e Cacá Lapertosa foram os mais felizes na disputa pela premiação da Fiat, nas duas etapas do CMR. Militon Junior e Zeca Fonseca ficaram em segundo na 4ª etapa, dividindo o pódio com Haroldo Soares e Marcelo Diniz em terceiro e Leonardo Pereira e Gustavo Bicalho em quarto.

No domingo a dupla da Marinelli Team comemorou a dobradinha com Sacioto e Arthur Carrão. Militon e Zeca ficaram em terceiro; Haroldo e Marcelo em quarto e Leonardo e Gustavo em quinto na corrida pela premiação na Fiat.

Resultado Rali Ouro Branco

6ª etapa CBR

N4
Scheer Filho/G. Rocha – 01:27:31.30
E. Fuchter/G. Jablonski – 01:28:05.90
G. Spinelli/M. Vivolo – 01:29:01.80

N3
L. Tedesco/R. Furtado – 01:38:18.30
F. Altomar/C. Lapertosa – 01:38:22.20
M. Oliveira/M. Oliveira – 02:10:19.00

A6
L. Brustolin/D. Ceconello – 01:40:48.80
L. Fleck/E. Morelli – 01:46:40.90

N2
B. Koller / S. Broering – 01:36:46.70
R. Túlio / C. Valandro – 01:37:01.70
U. Bertholdo / A. Miranda – 01:38:50.50

N2 LIGHT
E. Scheer / G. Pavinato – 01:41:01.70
J. Barros Neto / F. Abreu – 01:41:58.70
M. Mendes / B. Resende – 01:44:59.20

4ª etapa CMR (Sábado):

A6
L. Fleck/E. Morelli – 01:14:08.20
Andrey Ilts / Leo Muradas – 01:37:43.50

N2
F. Altomar / C. Lapertosa – 01:07:47.20
M. Junior / Z. Fonseca – 01:08:04.10
F. Sacioto / A. Carrão – 01:12:49.00

CC
L. Lima / R. Corrêa – 01:12:12.40
A. Guimarães / R. Tomé – 01:14:30.20
H. Hirashima / K. Araújo – 01:27:14.80

5ª etapa CMR (Domingo):

A6
L. Fleck/E. Morelli – 00:32:32.70

N2
F. Altomar / C. Lapertosa – 00:30:35.00
F. Sacioto / A. Carrão – 00:30:51.00
M. Bianco / Z. Fonseca – 00:30:53.70

CC
L. Lima / R. Corrêa – 00:32:25.80
A. Guimarães / R. Tomé – 00:32:27.60
A. C. Teixeira / L. Teixeira – 00:35:50.30

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *