Rally: Roda quebrada tira vitória de Dall Agnoll e Dalmut no Rally da Graciosa

O Rally da Graciosa atinha tudo para ser mais um dia de festa na equipe Fiat Rally. Na categoria A6 Luis Tedesco ia liderando enquanto Fa´bio Dall Agnoll e Marcelo Dalmut faziam sua parte na N2. Mas ai veio o que ninguém esperava. Numa curva da quarta especial Fabio fez um contorno muito aberto e acabou batendo a roda traseira esquerda num pequeno barranco. Com a alta velocidade do Fiat Palio, a roda quebrou.

Ele mesmo assim conseguiu concluir a especial, em três rodas, foi aos boxes, trocou e ajustou a roda mas ai ficou sem freio traseiro por boa parte do trecho. E ainda para complicar mais a sua situação na prova, teve um problema de câmbio na parte final perdendo as segunda e terceira marchas. “Não foi nosso dia hoje. Muita coisa deu errada”, lamentou o piloto.

Ele acabou chegando na quarta posição. Pela primeira vez na temporada não terminou em primeiro. Mas o resultado o mantém na liderança do Campeonato. Pelo número de pontos são três de diferença para Ulysses Bertholdo/Sidinei Broering (GM Celta) que venceram o Rally da Graciosa. Mas com o descarte do pior resultado, obrigatório neste ano, Fábio e Marcelo ganham uma folga maior: cinco pontos.

Fabio venceu as três primeiras especiais. Bertholdo às duas seguintes. A sexta foi vencida por Paulo Lemos/Armando Mirando (VW Fox) e a sétima por Marlon Koerich/Joseani Koerich (GM Celta). Devido a problemas de atraso na prova, a oitava especial acabou cancelada.

Para Fabio o resultado não foi o planejado pela equipe nesta etapa. “Ficou bem aquém do que queríamos. A partir do primeiro apoio começamos a enfrentar problemas. Um erro meu custou a quebra de uma roda e a partir daí ficamos sem freio traseiro. Depois na última especial, longa, tentei recuperar a terceira colocação, mas ai o problema no câmbio nos impediu de fazer um tempo melhor”, lamentou ele.

Para ele, o importante é seguir líder do Campeonato na categoria N2. “Queríamos ter saído de Curitiba como líderes invictos. Mas rally é isso. Eu sempre disse que qualquer erro pode mudar o rumo da competição. Mas agora teremos mais três etapas e vamos já em Minas tentar reabrir a vantagem na liderança”, salientou Fabio.

RESULTADO FINAL DA CATEGORIA N2 NO GRACIOSA

1) Ulysses Bertholdo / Sidinei Bröering – Chevrolet Celta – 1:23:24,6
2) Paulo Lemos / Armando Miranda – VW Fox – 1:24:08,9
3) Marlon Köerich / Joseane Köerich – Chevrolet Celta – 1:24:25,6
4) Fabio Dall’Agnol / Marcelo Dalmut – Fiat Palio – 1:24:45,3
5) Sandro Suptitz / Roberto Bespalez – Fiat Palio – 1:27:58,4
6) Cleberson Casarotto / Cleiton Casarotto – VW Gol – 1:28:08,5
7) Maicon Soares / Marcelo Filippon – Fiat Palio – 1:33:53,2
8) Taissa Wlodkovski / Simone Deboni – Fiat Palio – 1:50:38,4

CLASSIFICAÇÃO DO BRASILEIRO DE RALLY – CATEGORIA N2

1) Fabio Dall Agnoll/Marcelo Dalmut – Fiat Palio – 45p
2) Ulysse Bertholdo/Sidinei Broering – GM Celta – 42p
3) Marlon Koerich/Joseani Koerich – GM Celta – 26p

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *