Seat Supercopa: Marcello Thomaz sente evolução do carro em Norisring

Brasileiro conquistou a 9ª posição nas duas provas da rodada, onde a falta de conhecimento da pista foi seu principal adversário.

O brasileiro Marcello Thomaz conquistou a 9ª colocação nas duas provas que a Seat Leon Supercopa disputou no último final de semana (23 e 24/06) no circuito de rua de Norisring, na Alemanha. Apesar de se manter como um dos três pilotos que pontuaram em todas as etapas até agora, Marcello teve na falta de conhecimento prévio do circuito de Norisring a maior dificuldade desta quarta rodada da temporada.

Com a previsão de chuva para o fim de semana na cidade de Nuremberg, o único treino livre previsto para a categoria foi realizado com pista molhada. “Foi a primeira vez que guiei um carro de turismo na chuva”, relatou Marcello, que ocupou a 4ª posição na maior parte deste treino. Com o bom desempenho, o brasileiro passou a torcer pela permanência da chuva, o que não aconteceu. “Parou de chover no sábado e fui para a classificação sem nunca ter andado na pista seca e não deu para fazer muita coisa além do 13º lugar”, disse.

Na prova de sábado, o carro se apresentou muito melhor que nas etapas anteriores e apesar de correr em um circuito com poucos pontos de ultrapassagem, Thomaz recuperou algumas posições e ocupava a 9ª posição quando a prova foi encerrada antes do previsto devido ao forte acidente. O alemão Marcus Steinel, um dos companheiros de equipe de Marcello, ficou sem freio no final da reta de largada e atingiu o carro de outro alemão, Phillipp Leisen, que já contornava a curva. Ambos os pilotos foram atendidos pela equipe de resgate e Leisen, com suspeita de fratura na bacia, foi encaminhado ao hospital onde passou por uma cirurgia e passa bem.

Na segunda prova, o brasileiro sofreu com a falta de “grip” de seu carro na primiera metade da corrida e perdeu algumas posições. Com o desenrolar da bateria, o Seat Leon de Marcello voltou a ter um bom equilíbrio, permitindo que ele recuperasse as posições perdidas e completasse a prova na 9ª posição.

“Foi um final de semana onde tudo foi muito rápido, um treino na chuva, a classificação no seco e as duas provas. Isso tudo numa pista de rua, onde ultrapassar é muito dificil. Com certeza, se eu já conhecesse a pista as coisas teriam sido melhores, mas pelo menos deu para sentir que o carro deu uma melhorada”, concluiu Marcello.

A próxima etapa da Seat Supercopa está marcada para os dias 14 e 15 de julho em Mugello, na Itália.

Resultado 1ª prova:
1º Niccky Thiim (Dinamarca), 22 voltas em 24mmin48s767
2º Timur Sadredinov (Rússia), a 0s729
3º Thomas Marschall (Alemanha), a 1s711
4º Jimmy Johansson (Suécia), a 2s291
5º Damian Sawicki (Polônia), a 3s298
9º Marcello Thomaz (Brasil), a 8s299

Resultado 2ª prova:
1º Sebastian Asch (Alemanha), 29 voltas em 28min15s969
2º Jimmy Johansson (Suécia), a 4s344
3º José Magalhães (Portugal), a 5s974
4º Marin Colak (Croácia), a 6s692
5º Damian Sawicki (Polônia), a 7s335
9º Marcello Thomaz (Brasil), a 21s715

Classificação do campeonato:
1º Sebastian Asch, 111 pontos
2º Thomas Marschall, 90
3º Damian Sawicki, 85
4º Marcus Steinel, 66
5º Nicky Thiim, 58
13º Marcello Thomaz, 26 pontos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *