SL Fórmula: Mesmo sem vencer Tottenham Hotspur amplia vantagem no campeonato

Tottenham Hotspur, com o inglês Craig Dolby, ampliou a sua vantagem na liderança do campeonato, após a realização da 4ª rodada dupla da temporada, neste domingo (20/06), em Jarama, na França. Com um 5ª e um 3ª lugar de Dolby, o time inglês soma 323 pontos, sessenta a mais do que o italiano AC Milan, do holandês Yelmer Buurman. As vitórias ficaram com o irlandês John Martin, do chinês Beijing Guoan, e com o francês Franck Montagny, do francês Girondins de Bordeaux. O neozelandês Chris van der Drift, do grego Olympiacos, venceu a final.


Prova 1:

O australiano John Martin, do chinês Beijing Guoan, venceu a primeira prova da rodada. O holandês Yelmer Buurman, do italiano AC Milan, e o neozelandês Chris van der Drift, do grego Olympiacos, completaram o pódio.

Pole-position Martin manteve a ponta na largada, abrindo uma confortável vantagem sobre Buurman no começo da prova. A vantagem de Martin aumentou quando Buurman perdeu tempo com o indiano Narain Karthikeyan, do holandês PSV, que retardou o seu pit stop.

Livre do ex-piloto da Jordan na F-1, Buurman engatou uma série de voltas rápidas, incluindo a melhor da prova, colando na traseira do carro chinês, com Martin segurando a pressão para vencer com apenas 0s464 de vantagem. Treze segundos atrás van der Drift chegou em 3º.

Depois de perder a 4ª posição para Dolby no começo da prova, o alemão Max Wissell, do suíço Basel, recuperou a posição na rodada de pit stops obrigatórios. Dolby foi o 5º, depois de se defender do francês Franck Perera, do brasileiro Flamengo, nas voltas finais.

O holandês Robert Doornbos, do brasileiro Corinthians, terminou na 9ª posição.

Com o grid totalmente invertido para a segunda prova, o espanhol Borja Garcia, do Sporting Lisboa, que abandonou na brita na 7ª volta, garantiu a pole-position. Montagny, que abandonou com problemas mecânicos, completa a primeira fila.

Final, prova 1:

1.  John Martin Beijing Guoan  45m47s162
2.  Yelmer Buurman  AC Milan + 0s464
3.  Chris van der Drift  Olympiacos + 13s019
4.  Max Wissel FC Basel + 14s546
5.  Craig Dolby  Tottenham Hotspur + 29s927
6.  Franck Perera Flamengo  + 30s817
7.  Sebastien Bourdais Olympique Lyonnais + 34s534
8.  Alvaro Parente FC Porto + 40s839
9.  Robert Doornbos Corinthians + 45s399
10.  Davide Rigon RSC Anderlecht + 54s039
11.  Narain Karthikeyan PSV Eindhoven + 1m05s296
12.  Maria de Villota Atletico de Madrid + 1m21s328
13.  Tristan Gommendy  Galatasaray  + 1m27s096
14.  Julien Jousse AS Roma + 1m30s066
15.  Marcos Martinez Sevilla FC + 2 voltas
16.  James Walker Liverpool FC + 2 voltas

Abandonos:

Franck Montagny Girondins de Bordeaux  15 voltas
Borja García Sporting Clube de Portugal  7 voltas

Prova 2:

Montagny venceu a segunda prova da rodada, com o compatriota Julien Jousse, do italiano AS Roma, em segundo. Dolby foi o 3º.

Montagny, Jousse e o pole Garcia, faziam uma disputa lado a lado pela liderança até o começo dos pit stops obrigatórios, quando o espanhol perdeu muito tempo nos boxes, caindo para as últimas posições.

Com uma bela ultrapassagem por fora Montagny assumiu a ponta. Com os dois primeiros disparados na frente, Dolby, que assumiu a terceira posição após os pits, liderava um grupo de dez carros, separados por apenas seis segundos.

Montagny venceu pela primeira vez na categoria, com 3s563 de vantagem sobre Jousse. Distante 43 segundos, Dolby foi o 3º. O inglês James Walker, do inglês Liverpool FC, chegou em 4º, seguido por Doornbos e o italiano Davide Rigon, do belga RSC Anderlecht.

Perera terminou em 8º, à frente de Martin e Buurman. Garcia foi apenas o 13º.

O Tottenham Hotspur lidera o campeonato com 323 pontos. O AC Milan em segundo, soma 263. O Basel é o 3º, com 239. Com 191 pontos, o Flamengo é o 7º.  O Corinthians é o 13º com 128 pontos.

A próxima etapa acontece no dia 27 de junho, em Nürburgring. Na Alemanha.

Final, prova 2:

1.  Franck Montagny Girondins de Bordeaux  45m59.602s
2.  Julien Jousse AS Roma  + 3.563s
3.  Craig Dolby  Tottenham Hotspur  + 42.932s
4.  James Walker Liverpool FC  + 43.481s
5.  Robert Doornbos Corinthians  + 44.257s
6.  Davide Rigon RSC Anderlecht  + 45.263s
7.  Max Wissel FC Basel  + 45.555s
8.  Franck Perera Flamengo + 46.304s
9.  John Martin Beijing Guoan  + 46.636s
10.  Yelmer Buurman AC Milan  + 47.417s
11.  Alvaro Parente FC Porto + 47.576s
12.  Chris van der Drift  Olympiacos  + 48.369s
13.  Borja Garcia Sporting Clube de Portugal + 49.433s
14.  Tristan Gommendy Galatasaray + 1m11.180s

Abandonos:

Narain Karthikeyan PSV Eindhoven 19 voltas
Marcos Martinez  Sevilla FC 4 voltas
Maria de Villota  Atletico de Madrid 2 voltas
Sebastien Bourdais Olympique Lyonnais 2 voltas

Super Final:

Chris van der Drift venceu a Super Final, seguido por Martin e Buurman.

O neozelandês aproveitou a confusão na primeira curva, entre Dolby, Wissel e Jousse, que foram para a brita, para assumir a liderança. Wissel e Jousse ainda voltaram para a prova, com Dolby abandonando.

Van der Drift abriu logo dois segundos de vantagem na primeira volta, vencendo facilmente a curta prova, de menos de sete minutos.

Final, Super Final:

1.  Chris van der Drift  Olympiacos 6m48s119
2.  John Martin Beijing Guoan + 4s589
3.  Yelmer Buurman  AC Milan  + 9s.421
4.  Max Wissel FC Basel  + 24s762
5.  Julien Jousse AS Roma + 26s967

Abandonos:

Craig Dolby Tottenham Hotspur  0 volta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *