SL Fórmula: Milan assume liderança do campeonato

O AC Milan, com o holandês Yelmer Buurman, assumiu a liderança do campeonato após a disputa no domingo (18/07), da 6ª etapa da Superleague Formula, em Zolder, na Bélgica. Com um quarto e um quinto lugares o Milan soma 410 pontos, oito a mais do que o Tottenham Hotspur, com o inglês Craig Dolby.

Prova 1:

O neozelandês Chris van der Drift, do Olympiacos, venceu a primeira prova, seguido pelo italiano Davide Rigon, do RSC Anderlecht. O holandês Robert Doornbos, do Corinthians, completou o pódio. Foi a quarta vitória do time grego no ano.

Pole-position van der Drift venceu de ponta a ponta, com 1s892 de vantagem sobre Rigon. Doornbos fechou o pódio.

Buurman foi o 4º, após ganhar duas posições na seqüência de pits stops e ultrapassar nas voltas finais o rival Dolby, na chicane Villeneuve. O alemão Max Wissell, do suíço Basel também tentou superar Dolby algumas curvas depois, contudo escapou da pista, na última chicane. Isso permitiu o inglês James Walker, do Liverpool FC, ganhar a 6ª posição na reta de largada/ chegada.     

O único a abandonar foi o inglês Duncan Tappy, do Flamengo. Com o grid totalmente invertido para a segunda prova Tappy, em sua segunda prova no ano substituindo o francês Franck Perera, garantiu a pole-position.

Prova 2:

O francês Julien Jousse, do AS Roma, venceu a segunda prova, com Tappy em segundo e o francês Tristan Gommendy, do Galatasaray, na 3ª posição.
                
Na largada o pole-position Tappy manteve a ponta, seguido por Jousse. Na parte final do grid, o espanhol Marcos Martinez, do Sevilla FC, e Dolby se tocaram, com o então líder do campeonato abandonando. Mesmo com o carro avariado Martinez continuou, batendo em Doornbos na primeira curva. O holandês decolou, parando na grama e saindo, apesar do forte impacto, andando e ileso do cockpit.

Tappy liderou até os pits stops, com Jousse voltando à pista poucos metros a frente do inglês, que ainda tentou retomar a ponta, com Jousse fechando a porta.        

No restante da prova Jousse abriu uma confortável vantagem, que quase foi perdida depois de uma escorregada, que quase o mandou para a brita. Jousse venceu pela primeira vez com 10s461 de vantagem sobre Tappy.  Gommendy terminou em 3º.

Wissel foi o 4º, seguido por Buurman, que com o resultado assumiu a liderança do campeonato. O espanhol Andy Soucek, estreando pelo Sporting Clube de Portugal, terminou em 6º.

O português Álvaro Parente, do Porto, vinha em 3º lugar, até abandonar, com problemas na caixa de marchas, nas voltas finais.

O Milan soma 410 pontos, oito a mais do que o Tottenham Hotspur. O RSC Anderlecht é o 3º com 365.

Superfinal:

Rigon venceu, com o time belga faturando o prêmio de Cem Mil Euros oferecidos ao vencedor da Superfinal. Van der Drif foi o 2º, seguido por Jousse.

No grid o pole-position van der Drift parou a frente da sua posição original, sem ter tempo para reverter à situação antes da largada. O neozelandês manteve a ponta apenas até a primeira curva quando Rigon, por dentro, o ultrapassou.

Como apenas Rigon e van der Drift tinha economizado pneus novos para a prova, a dupla abriu logo vantagem sobre os outros quatro carros. Após as cinco voltas o italiano venceu com 1s029 de vantagem sobre van der Drift. Em 3º, Jousse cruzou sete segundos depois.

 Gommendy foi o 4º. Burrman ultrapassou Wissell na segunda volta, a única manobra após a primeira volta, terminando em 5º.   

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *