Sprint Race: Na próxima etapa o Winter Cup terá seu campeão 2015

Minicampeonato com premiação de 20 mil reais é o grande atrativo da primeira metade da temporada 2015. Na sexta-feira (26) começa a programação no circuito da capital paranaense com a Corrida Inversa

O quarto encontro da Sprint Race na temporada 2015 será repleto de novidades para todos no grid, de novatos aos mais experientes, que terão um incentivo extra para buscarem a vitória no dia 28 de junho, quando acontece as provas 7 e 8 no circuito do autódromo Internacional de Curitiba, que para todos os inscritos a pista será inédita com a corrida no sentido anti-horário, inverso ao utilizado habitualmente.

Na parte desportiva, a principal notícia é o final da Winter Cup, minicampeonato que será disputado dentro da temporada 2015, repetindo seu grande sucesso dos anos anteriores, que compreende as etapas 2, 3 e 4, configurando seis corridas. Seu principal atrativo é a premiação: serão 20 mil reais para serem usados como crédito no ano seguinte.

O objetivo da Winter Cup é de que se um piloto não tem chance de ser campeão na geral, pelo menos ele pode ganhar uma copa interna da competição e levar o prêmio. “A próxima etapa em Curitiba é muito importante para nós, na verdade todos os pilotos querem o tal prêmio. Estamos nos esforçando o máximo para conseguir os melhores resultados possíveis e acredito que por ser em Curitiba temos uma boa chance de andar na frente, pois é uma pista que me identifico bem e consegui a vitória na última etapa neste circuito”, disse o catarinense Berlanda Junior, de 22 anos.

“A premiação é muito importante para que no ano de 2016 o piloto ganhador se mantenha na categoria, sendo assim, a categoria fica mais competitiva a cada ano e mantêm os pilotos com os melhores resultados. A ansiedade é grande para a próxima corrida, pois estou bastante animado com os meus últimos resultados e espero conseguir mantê-los. Em Curitiba, nós fomos competitivos na corrida anterior. Além deste minitorneio, os outros inseridos na Sprint Race estão tão competitivos quanto”, acrescentou o piloto sorocabano Lucas Villela do SR#10 companheiro de Berlanda e que seguem líderes no Winter Cup com 90 pontos.

Gustavo Kiryla (21 anos) espera melhorar a pontuação na tabela na quarta etapa do ano. “Como desde a primeira etapa a meta é pensar no campeonato, marcar pontos constantemente e a cada etapa evoluir. É o caminho natural para conquistar vitórias e os prêmios que a Sprint nos oferece, que é um incentivo a mais para buscar bons resultados”, disse o piloto curitibano.

Os minitorneios deixam o campeonato mais acirrado e os pilotos aprovam a iniciativa da organização da Sprint Race. “A luta pelo campeonato está muito acirrada e com um ótimo nível. Os pilotos considerados estreantes tem muita experiência em outras categorias, com isso, desde a primeira etapa estão andando entre os primeiros no grid geral”, salienta o piloto de Florianópolis (SC) Felipe Lobo, de 27 anos.

O companheiro de Felipe na divisão do SR#27, o curitibano Billy Zonta (25 anos) complementa: “regularidade é nossa principal estratégia”.

Sistema de Premiação:

– Winter Cup:terá a 2ª, 3ª e 4ª como etapas de referência e a premiação será um troféu diferenciado e cheque de R$ 20.000,00.

– Final Cup: terá a 5ª, 6ª e 7ª como etapas de referência e a premiação será um troféu diferenciado e cheque de R$ 30.000,00. Neste caso, somente pilotos inscritos no campeonato com participação em no mínimo seis etapas.

– Campeão: receberá um troféu diferenciado e cheque de R$ 50.000,00.

– Rookie Of The Year: para pilotos estreantes e que participaram em até três etapas nos anos anteriores da categoria. Receberá como prêmio um troféu diferenciado e cheque de R$ 25.000,00.

As premiações não são acumulativas. Sempre prevalecerá o maior prêmio, portanto, a premiação é invendável e intransferível. Os cheques são simbólicos revertidos a um desconto com valor equivalente aos pilotos que fecharem contratos anuais para o ano seguinte na própria Sprint Race Brasil. Em caso de separação das duplas vencedoras para o ano seguinte, os créditos serão automaticamente divididos entre os pilotos.

A Sprint Race Brasil têm patrocínio da Alpina, Pirelli, Ecopads, Bardahl, Fremax e Rio Custom.

Classificação Winter Cup:
1) 10 Berlando Junior/ Lucas Villela, 90
2) 94 Gustavo Kiryla/ Marco Garcia, 45
3) 79 Caito Vianna/ Flávio Lisboa, 44
4) 27 Billy Zonta/ Felipe Lobo, 43
5) 17 Pietro Rimbano, 38
6) 85 Enzo Bortoleto, 36
7) 8 Fábio Brecailo, 30
8) 44 Kau Machado, 29
9) 01 Gaetano Di Mauro, 25
10) 77 Luca Milani, 22
11) 36 Matheus Marini / Felipe Rabelo, 22
12) 39 Eduardo Serratto/Marcelo Rodriguez, 22
13) 04 Luiz Santos/ Lucas Gohr, 19
14) 07 Vinícius Margiota, 17
15) 55 Caê Coelho/ Osman Didi, 13

Classificação do campeonato após 3ª etapa:

Categoria PRO
1) 27 Billy Zonta/ Felipe Lobo, 89
2) 94 Gustavo Kiryla, 76
3) 10 Berlanda Jr/ Lucas Villela, 74
4) 17 Pietro Rimbano, 74
5) 77 Luca Milani, 62
6) 79 Flávio Lisboa/ Caito Vianna, 60
7) 94 Marco Garcia, 52
8) 04 Luiz Santos/ Lucas Gohr, 52
9) 14 Gustavo Martins, 45
10) Enzo Bortoleto, 36
11) Gaetano Di Mauro, 25

Categoria GP
1) 8 Fábio Brecailo, 112
2) 44 Kau Machado, 111
3) 07 Vinícius Margiota, 88
4) 36 Felipe Rabello/ Matheus Marini, 66
5) 55 Osman Didi, 63
6) 39 Eduardo Serratto/ Marcelo Rodriguez, 54
7) 55 Caê Coelho, 38
8) 44 Rodrigo Gil, 30
9)01 J. R. Spada, 22

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *