Stock: Antonio Pizzonia larga da quarta fila em Curitiba

Amazonense confia em terminar entre os seis primeiros e assumir liderança do campeonato.

O paraibano Valdeno Brito (Peugeot) vai largar da pole position na segunda etapa da Copa Nextel Stock Car, que será disputada no Autódromo Internacional de Curitiba (PR), a partir das 11 horas deste domingo (12/4), com transmissão pelo site do Globo Esporte, na Globo.com, e exibição ao vivo das voltas finais na TV Globo. Ao seu lado vai largar o carioca Cacá Bueno (Peugeot), enquanto o paulista Paulo Salustiano (Chevrolet), líder do certame, vai partir da sexta posição.

Terceiro colocado na Copa Nextel Stock Car, o amazonense Antonio Pizzonia (Amir Nasr Racing) vai largar da quarta fila, depois de ter alcançado o oitavo tempo. “Aqui em Curitiba o importante é largar nas cinco primeiras filas, todos andam embolados e pegando vácuo na reta”, acredita o único representante da região Norte na principal categoria do automobilismo brasileiro.

Os treinos classificatórios tiveram início com todos os 32 pilotos na pista durante os 20 minutos iniciais. Nesta fase Pizzonia ficou com o oitavo tempo, a quatro décimos de segundo do mais rápido, que já era Brito. Os concorrentes que ficaram do 17º ao 32º tempo formarão o grid nestas posições. Durante mais 15 minutos de treinos os 16 pilotos mais rápidos permaneceram na pista, e foram selecionados os seis mais rápidos.

Os pilotos classificados do 7º ao 16º lugar entrarão no grid nestas posições. “Não conseguimos aproveitar o melhor momento do pneu. Na primeiras curvas, que são mais lentas, o carro estava bom e achei que poderíamos ficar entre os três primeiros” disse o chefe de equipe Amir Nasr, que verificou que nos primeiros trechos da pista o Peugeot 307 estava muito rápido. “Só que quando cheguei nas curvas de alta o carro ficou solto. Quando os pneus aqueceram bem a calibragem traseira subiu muito e começou a sair de traseira”, emendou Antonio, que teve que se contentar com a oitava marca, novamente a quatro décimos de segundo de Valdeno, que continuava como o mais rápido.

Nos dez minutos finais foi realizada a Super Classificação, quando os seis mais rápidos disputaram a pole position para a segunda etapa do certame. Nesta fase não valia mais a melhor passagem. Foi tirada a média das três voltas mais rápida de cada concorrente para a formação das três primeiras filas do grid de largada, quando Valdeno Brito reafirmou o posto de melhor piloto do dia. “Na corrida teremos várias situações que poderão mudar o panorama da corrida. Além da freada no final da reta na primeira volta que é sempre confusa, ainda teremos a parada para reabastecimento e o pit stop para troca de dois pneus. Se eu chegar entre os seis primeiros, e na frente do Paulo Salustiano e do Ricardo Maurício, poderei sair daqui até na liderança do campeonato”, assume Pizzonia confiante.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *