Stock: Antonio Pizzonia se aproxima da liderança do campeonato

Quarta colocação em Curitiba mostra constância de bons resultados.

O paraibano Valdeno Brito (Peugeot) venceu neste domingo (12/4) a segunda etapa da Copa Nextel Stock Car, disputada no Autódromo Internacional de Curitiba (PR), e assumiu a liderança do certame com 33 pontos. Vencedor da primeira prova, o paulista Paulo Salustiano (Chevrolet) caiu para a vice-liderança, apenas um ponto atrás, enquanto Antonio Pizzonia (Peugeot) manteve a terceira colocação, com 30 pontos, depois de receber a bandeirada em quarto. “Estamos colhendo pontos importantes para alcançar o objetivo de entrar nos play offs. Quando eu estiver garantido definitivamente entre os dez primeiros, poderei arriscar mais”, declarou o piloto de Manaus, único a manter a regularidade de terminar as duas corridas entre os seis primeiros.

Pole position, Valdeno Brito aproveitou para pular para a liderança, seguido de Cacá Bueno (Peugeot), Allan Khodair (Peugeot), Ricardo Sperafico (Peugeot) e Antonio Pizzonia, que havia largado em oitavo. Ainda no meio da primeira volta o amazonense assumiu a quarta posição, quando ultrapassou Sperafico na entrada do miolo. Três voltas depois foi a vez de Khodair não resistir à pressão de Pizzonia. “No começo da corrida o carro estava muito bom. Depois começou a sair um pouco de frente”, explicou o piloto com experiência na Fórmula 1, Champ Car e Superleague.

No momento do reabastecimento de combustível a equipe Amir Nasr Racing trabalhou bem e Pizzonia retornou à pista em terceiro, atrás de Cacá e com Brito ainda na liderança. Quem começou a pressionar o posto de Antonio foi Thiago Camilo (Chevrolet). Na 21ª volta, quando os pilotos pararam para o pit stop em que foram trocados dois pneus, o time brasiliense foi novamente eficiente, com o amazonense mantendo sua posição, a exemplo dos dois primeiros colocados.

Logo em seguida houve a intervenção do Safety Car, para retirar o carro de Nono Figueiredo (Chevrolet), que rodou e ficou parado em posição perigosa na entrada da reta. Na relargada Pizzonia foi pressionar Bueno para assumir a vice-liderança, mas seu carro perdeu rendimento. “A partir da relargada meu carro começou a sair ainda mais de frente, além dos freios ficarem travando. Na saída do Esse ele saiu tão de frente que o Thiago Camilo enfiou o bico e eu não tive como voltar”, contou o piloto do Peugeot numeral 1, que foi ultrapassado e caiu para quarto, posição que ainda manteve até a bandeirada. “O importante foi somar pontos novamente, com segurança, e sempre entre os primeiros, mostrando que estamos competitivos.

A terceira etapa da Copa Nextel Stock Car será dia 3 de maio em Brasília (DF), sede da equipe Amir Nasr Racing. “Todos sabem que o autódromo de Brasília nos dá uma turbinada, sempre temos bons resultados lá. É o lugar certo para assumirmos a liderança do campeonato”, confia Amir. “Tenho que confiar no retrospecto da equipe em Brasília. E o legal é que a prova de lá é quase no quintal de casa, é o autódromo mais perto de Manaus!”, diverte-se Pizzonia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *