Stock: Betinho Gresse “Tínhamos carro para brigar na frente, porém…”

Piloto da equipe Hot Car confirmou a evolução do equipamentos nos treinos, mas foi prejudicado por incidentes de corrida.

Norberto Gresse (Bardahl/Le Caviar/KB Press), piloto do Stock Car nº 44 da equipe Hot Car, se recuperou bem durante a segunda etapa da Copa NEXTEL Stock Car, no AIC – Autódromo Internacional de Curitiba, em Pinhais, região metropolitana de Curitiba, porém terminou apenas na 20a colocação. “O carro realmente melhorou muito e eu poderia ter brigado por uma boa posição na zona de pontuação se não fosse um toque do (Felipe) Maluhy. Ele passou reto, na sujeira, no fim da reta e, quando voltou para pista, veio com tudo pra cima de mim. Acabei caindo para ultimo e tendo de fazer uma corrida de recuperação”, declarou o piloto, visivelmente indignado. A prova foi vencida pelo paraibano Valdeno Brito, que agora lidera o campeonato, com 33 pontos.

Ainda em relação a esse incidente, Betinho usou como referência o resultado de Giuliano Losacco que, punido no treino classificatório por estar fora do peso mínimo, teve de largar do final do grid. “E, mesmo assim, ele chegou na zona de pontuação. Ou seja: era possível somar mais pontos aqui, pois o meu carro e o do Losacco estavam no mesmo ritmo”, justificou. A direção de prova recebeu da Hot Car uma reclamação formal contra Maluhy, mas indeferiu o pedido e manteve as posições.

Para Gresse, o pit stop de reabastecimento foi perfeito, já o para a troca de pneus nem tanto. “A equipe trabalhou muito bem no abastecimento e eu ainda ganhei um pouco mais de tempo nas voltas que tive de ficar na pista esperando a instrução para entrar. Ali, ganhamos boas posições”, explicou.

O desempenho de pista ainda foi um pouco prejudicado pela caixa de direção. Ela apresentava travamento nas retas e complicava a dirigibilidade. “A caixa de direção deve estar com algum problema crônico nos nossos carros. Tanto eu quanto o Popó (Bueno), meu companheiro de equipe, estamos sofrendo com ela. Mas, tirando isso, o carro estava perfeito”, concluiu.

Amadeu se recupera bem –
a operação no joelho do chefe da equipe Hot Car, Amadeu Rodrigues, foi um sucesso! Tanto que, na manhã deste domingo, ele conversou com o médico oficial da Copa NEXTEL Stock Car e se mostrou bastante bem em relação ao pós-operatório. “Liguei para ele no início da manhã e ele queria que eu conseguisse uma cadeira de rodas para acompanhar a equipe no autódromo”, revelou o capelão da categoria, Ricardo Di Loreto, completando que o fez desistir dessa idéia. “Eu disse a ele que a corrida é apenas um evento e que a vida é muito mais importante do que isso. Então, que ele espere no hospital pela completa recuperação”, contou Di Loreto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *