Stock: Burti espera equilíbrio entre as 3 marcas

Piloto da Petrobras-Action Power foi o mais rápido em um do dois dias da pré-temporada, mas na corrida enfrentou problemas mecânicos; Volkswagen Bora deve ter alterações na grade para trazer mais equilíbrio entre as marcas.



A temporada de 2006 começou com o carro estreante Volkswagen Bora dominando o primeiro treino coletivo em São Paulo, nas mãos do piloto Luciano Burti (Petrobras-Cimed-Pakalolo). Mas, para o ex-piloto de F-1, vários problemas mecânicos impediram que ele conseguisse buscar um bom rendimento na primeira etapa, marcada pela presença das três montadoras no pódio, com Mitsubishi em primeiro, Volkswagen em segundo e Chevrolet em terceiro.


 


Para a segunda etapa da Stock Car, que será realizada neste final de semana, em Curitiba, a expectativa de pilotos e equipes é de mais equilíbrio, até porque algumas alterações na carroceria dos carros estão sendo estudadas e podem já estrear nesta etapa.


 


“Foi ótimo ver o carro estreante andando na frente logo no primeiro treino. Infelizmente na corrida tive uma série de problemas mecânicos que me impediram de avaliar o verdadeiro potencial de nosso conjunto na corrida”, diz Burti.


 


O piloto da Petrobras-Action Power aprovou as mudanças que devem acontecer já para Curitiba, como as feitas nas sessões de classificação. “O novo formato de treinos ficou mais justo e acho que será interessante para todos. Quanto à alteração na carroceria do Bora, espero que seja feita de forma a tornar a competição sempre próxima do equilíbrio”, afirma o paulista.


 


A alteração deve ocorrer na grade dos carros, já que atualmente o Volkswagen Bora possui uma grade que pode interferir no fluxo de ar do carro, comprometendo a refrigeração dos freios durante a prova. “São detalhes mínimos, mas que precisam ser estudados a fim de evitar discrepâncias. Queremos o máximo de igualdade entre as três marcas, e por isso foram encaminhadas sugestões para avaliar as possíveis alterações”, explica Burti.


 


Na avaliação da Petrobras-Action Power, o bom desempenho de Burti e de Marques na pré-temporada faz com que o time espere um bom desempenho correndo em Curitiba. Para Luciano, uma vantagem em relação ao ano passado é que ele já conhece a pista paranaense, onde andou pela primeira vez apenas em 2005, justamente com a Stock Car.


 


“Já me sinto bem adaptado à categoria e acredito que as dificuldades que enfrentamos na corrida em São Paulo serviram de ótima lição para todos nós e também para acelerar meu entrosamento com a equipe”, diz Burti, que na semana passada esteve em Curitiba visitando a sede da Petrobras-Action Power.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *