Stock: Sperafico espera quebrar tabu de paranaenses em Curitiba

Depois de subir ao pódio em Interlagos, piloto da Neosoro

JF Racing parte em busca da primeira vitória na categoria.


É tradição do automobilismo paranaense revelar bons pilotos. Nos últimos anos, eles invadiram a Stock Car com uma verdadeira legião. São sete representantes disputando regularmente a atual temporada. Mesmo assim, permanece de pé um dos maiores tabus da categoria. A última vitória de um piloto local no circuito de Curitiba (PR) foi há quase quinze anos, quando Angelo Giombelli ganhou a prova de 1991, em parceria com Ingo Hoffmann. É com a missão de pôr fim ao histórico negativo que os paranaenses vão alinhar no grid para a segunda etapa do campeonato, que será disputada neste domingo (23), às 13h00, em Curitiba.

           
Na lista de candidatos à quebra do tabu, quem aparece com mais destaque é Rodrigo Sperafico, que faz sua segunda temporada na categoria pela equipe Neosoro JF Racing. Depois de subir ao pódio na prova de abertura do campeonato, em Interlagos (SP), ele é o paranaense melhor colocado na tabela de classificação, em terceiro lugar, com 16 pontos. O líder, Cacá Bueno, tem 25. “Eu não sabia deste histórico! Se existe um tabu, então vamos tentar quebrá-lo!”, afirma Rodrigo Sperafico. “Mas o que mais me motiva, na verdade, é o resultado da corrida anterior. Nosso desempenho em Interlagos mostrou que temos condições de andar na frente e ganhar corridas”, analisa.


           
A maior torcida de Rodrigo Sperafico é para que o carro comece os treinos de sexta-feira com um rendimento no mínimo semelhante ao apresentado em Interlagos. “Se o carro entrar na pista virando bons tempos mais uma vez, teremos a prova definitiva que o chassi é bom e que estamos no caminho certo”, comenta o piloto. O traçado escolhido pelos organizadores para a prova foi o misto, de 3.704 metros de extensão.  Outra mudança é a confirmação de um treino livre para a manhã de sexta-feira (28), atendendo uma exigência dos pilotos. Na primeira etapa, foram quatro treinos classificatórios, sem sessões livres.


           
A lista de paranaenses na Stock Car inclui também Alceu Feldmann, Diogo Pachenki, Thiago Marques, Wagner Ebrahim, David Muffato e Júlio Campos. A questão é que não faltam candidatos para deixar toda essa turma outro ano sem vitória em Curitiba. Um deles é o próprio companheiro de Rodrigo Sperafico na Neosoro JF Racing, o goiano Ruben Fontes, que chega ao circuito paranaense pronto para se recuperar da falta de sorte sofrida em Interlagos. Depois de registrar bons tempos na pré-temporada, ele foi prejudicado pela chuva no primeiro dia de treinos, sofreu com problemas no carro no segundo e abandonou a corrida depois de um acidente na primeira volta da corrida.


           
“O antigo formato tornou a prova de Interlagos atípica e eu fui um dos prejudicados pelo sistema. O que deu para concluir é que temos um carro bem rápido e que em condições normais eu terei a chance de disputar a pole e brigar pela vitória. Fico mais tranqüilo com a criação de uma sessão livre e as alterações no formato, que deixaram as coisas um pouco mais justas. Vamos para a pista de Curitiba com o objetivo de marcar muitos pontos e recuperar o terreno perdido em Interlagos, para começar a garantir um lugar entre os dez que disputarão o título nas últimas etapas”, comenta Ruben Fontes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *