Stock: Camilo é o pole na última etapa da Stock Car

Briga pelo vice-campeonato é a atração do fechamento do calendário em Interlagos.

A pole de Thiago Camilo deixou ainda mais acirrada a briga pelo vice-campeonato da Stock Car neste domingo em Interlagos. Ao dominar a terceira e decisiva sessão classificatória, o piloto da equipe Vogel subiu para a quarta colocação na classificação geral, graças aos três pontos extras, e reduziu para sete a diferença que o separa do segundo colocado Allam Khodair (Full Time), com quem dividirá a primeira fila.

Vítima de um acidente sério na véspera, quando bateu forte no Esse do Senna, Camilo viveu o drama de quase ficar de fora da prova. Os danos no carro foram de tal monta que o chassi precisou ser levado para a fábrica em Cotia para os trabalhos de reparo. “Conseguimos trazê-lo de volta graças à força da nossa equipe. Foi o fim de semana em que saímos do zero para a pole. Graças a Deus deu tudo certo e agora quero lutar amanhã pelo vice”, afirmou. Sobre o corte na mão direita, tranqüilizou a todos. “Não foi nada de grave e agora estou pronto até para andar nas 500 Milhas da Granja de kart.”.

As três sessões classificatórias foram realizadas com pista seca. Até os ensaios livres da manhã, todos os treinos haviam sido disputados com o asfalto molhado. “Acho que nos perdemos um pouco nessa transição. Nossos carros sempre estiveram bem na chuva e na hora do qualifying não foram os mesmos”, admitiu William Starostik (Medley), cujo 10º lugar se transformou no melhor resultado da organização comandada por Andreas Mattheis. O campeão antecipado Cacá Bueno, por exemplo, partirá apenas em 15º, à frente de Xandinho Negrão (17º) e Daniel Serra (20º).

Como o regulamento determina que os seis primeiros colocados no grid são os únicos obrigados a largar com os pneus do qualifying, Starostik poderá correr com um jogo novo. “Sem dúvida, isso aumenta minhas chances na corrida, principalmente se acertarmos na estratégia de parada nos boxes para reabastecimento. Mas, se chover, acho que será melhor ainda, porque nosso acerto de chuva parece superior”, lembrou o paranaense, cujo 4º lugar nos treinos da manhã foi o ponto alto da temporada.

O companheiro Xandinho Negão pagou o elevado preço da extrema competitividade da Stock Car e parou no Q1 por apenas sete milésimos de segundo. “Eu vinha voltando para os boxes com a informação de que era o 16º e estava no Q2. Só depois soube que o Popó Bueno havia entrado e me deixado fora. Minha primeira volta foi boa, mas naquele momento não dava para arriscar tudo porque ainda não havia andado na pista seca”, comentou.

A corrida começará às 11 horas, com transmissão ao vivo da TV Globo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *