Stock Car: Pirelli prevê desafio em Campo Grande

Quase três anos se passaram desde setembro de 2015, quando foi a última vez que a Stock Car esteve em Campo Grande, capital do Mato Grosso do Sul. De volta ao formato regular da categoria com duas corridas por etapa, a programação na pista de 3.513 metros de extensão começa já na sexta-feira com os treinos livres. Ao todo, o traçado possui oito curvas, sendo três para a direita e cinco para a esquerda, o que deve ser um desafio interessante para os pneus do lado direito do carro, principalmente o traseiro.

Sobre a disputa em pista e o desafio para os pneus P Zero, Fabio Magliano, Gerente de Produtos Car e Motorsport da Pirelli para a América Latina, fala: “Após uma grande festa realizada em Goiânia a Stock Car vai para Campo Grande para a disputa da sua sétima etapa do ano. O desafio será importante para os pneus, principalmente os do lado direito”.

“Por ser uma pista de sentido anti-horário, o traçado de Campo Grande possui mais curvas para a esquerda, o que exigirá mais do lado de apoio externo, ou seja, o direito do carro, principalmente o traseiro, ainda responsável pela tração. Soma-se a isso o asfalto abrasivo, as freadas fortes e o calor que, como sempre, deve ser intenso no local, fica caracterizado um cenário de grande dificuldade para as equipes”.

“Seguindo nossa indicação de uso dos pneus P Zero, sempre com pressão, cambagem e uso das Mantas Térmicas de acordo com as especificações, bem como seguindo a recomendação de troca do pneu traseiro direito durante a corrida, veremos em pista duas provas com alto grau de dificuldade para os pilotos, mas com disputas emocionantes”, encerra.

PNEU DISPONÍVEL
Pista seca: P Zero na medida 305/660-18
Pista molhada: Cinturato na medida 285/645-18

CARACTERÍSTICAS DA PISTA (entre 1 e 5):
Abrasividade da pista: (3)
Força lateral: (3)
Pneu mais exigido (traseiro direito)

CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS P ZERO:
Cambagem recomendada dianteira: (-5,0°)
Cambagem recomendada traseira: (-3,0°)
Calibragem recomendada sem cobertor: 24 PSI a frio
Calibragem recomendada com cobertor: 27 PSI a frio
Calibragem recomendada a quente: 32 PSI

CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS CINTURATO:
Cambagem recomendada dianteira: (-2,0°)
Cambagem recomendada traseira: (-0,0°)
Calibragem recomendada sem cobertor: 26 PSI a frio
Calibragem recomendada a quente: 32 PSI

MANTA TÉRMICA:
Tempo de aquecimento dos pneus P Zero com cobertor térmico:
Mínimo: 1h @ 90°C
Ótimo: 1h30 @ 90°C
Máximo: 2h @ 90°C

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *