Stock Car: Pizzonia acredita que paradas nos boxes vão definir a Corrida do Milhão

Amazonense tem vasta experiência em estratégia na Fórmula 1 e Champ Car.

A Sky Corrida do 1 Milhão de Dólares é sem dúvida a prova mais esperada da temporada 2008 da Copa Nextel Stock Car, principal categoria do automobilismo nacional. Além do inédito prêmio de um milhão de dólares, a corrida terá outras características que fazem dela especial. Serão duas paradas obrigatórias para reabastecimento e duração de 1h15, aumento de 25 minutos do usual. “Acertar na estratégia será fundamental. Uma série de fatores deve se levada em consideração, mas saber controlar o desgaste dos pneus vai ser o desafio principal de todos”, afirma o amazonense Antonio Pizzonia (K-med Racing). A sétima etapa do campeonato acontece no próximo domingo (31/08), no Autódromo de Jacarepaguá, no Rio de Janeiro. A TV Globo mostra ao vivo, a partir das 10h30.

Durante os anos em que foi piloto de testes e de provas na Fórmula 1 e na Champ Car, Antonio Pizzonia adquiriu bastante conhecimento técnico sobre o comportamento de um carro de corrida. Principalmente quanto à sensibilidade e o controle do desgaste dos pneus e freios. “Numa corrida longa e desgastante como essa, é preciso saber poupar os pneus e freios, e ter o tato para perceber se será preciso trocá-los. Às vezes saber a maneira certa de disputar uma posição pode ser fundamental”, explica. Toda essa experiência pode ajudar o manauara durante a corrida. “Todo conhecimento que eu adquiri ajuda, mesmo que o carro, pneus e freios sejam diferentes”, conta.

Por ser mais longa, a Corrida do Milhão terá dois reabastecimentos obrigatórios. A primeira janela acontecerá do 20º ao 30º minuto de disputas, e a segunda entre os 50 e 60 minutos. A troca de pneus é facultativa e está permitida somente a partir do segundo pit stop, e só poderá ser realizada após o término do reabastecimento. Está vai ser a primeira vez, desde a sua criação em 1979, que a Stock Car poderá ter paradas nos boxes específicas para a substituição de pneus. “Nossa equipe já está se preparando há bastante tempo. Se for necessária a troca de pneus, confio em todo mundo”, assegura o piloto da K-med Racing.

Com a possibilidade de as equipes realizarem a inédita troca de pneus, a organização pela primeira vez alterou a programação oficial da prova, incluindo no sábado um treino de 30 minutos específico no pit lane onde acontecerão as paradas, duas horas antes do treino classificatório. “De dentro do carro, a comunicação com a equipe é muito importante. Às vezes a ação do piloto fica limitada. Por isso, quanto mais treinados estivermos, melhor”, completa Pizzonia. Os pit stops com a participação ativa de apenas cinco mecânicos acontecerão na área que era destinada às equipes da Fórmula Indy, quando a categoria competia no traçado oval da pista carioca. O acesso para o pit lane fica exatamente no meio da Curva 1, com saída próxima ao final da reta principal.

O amazonense também acredita que ninguém chegará para a corrida com uma estratégia já pronta. “Tudo vai depender da largada, do ritmo da corrida e do conseqüente desgaste dos pneus e freios. Só no decorrer do fim de semana e após a primeira parte da corrida vai dar para saber bem como agir”, finaliza.

Esta é programação para a Sky Corrida do 1 Milhão de Dólares:

Sexta-feira, 29/08
10h35 – 12h05: Treino livre
15h05 – 16h35: Treino Livre
 
Sábado, 30/08
08h30 – 09h00: Treino pit lane
11h10 – 12h55: Treino Classificatório

Domingo, 31/08
10h30: Largada para a Corrida do Milhão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *