Stock: Com carro semi-destruído, Burti chega em 2º na Stock Car

Com o pódio hoje em Santa Cruz do Sul, piloto da Cimed Racing entra no top 10 no campeonato, agora em 9º, com 38 pontos.

A sexta etapa da Stock Car, disputada hoje, em Santa Cruz do Sul, foi uma das mais acidentadas da temporada. A principal confusão foi logo na largada, envolvendo vários pilotos –entre eles, o segundo colocado, Luciano Burti. Mesmo com o carro bastante avariado, o piloto da Cimed Racing conseguiu seu melhor resultado da Stock Car e atingiu o objetivo de entrar no top 10 do campeonato, que disputará o título em forma de playoff.

Com os 20 pontos conquistados hoje, Burti (Cimed-Brasil Telecom-Sky) tem agora 38, e está em 9º lugar na tabela. “Este é um bom momento para mim e para equipe, conseguimos nos recuperar no campeonato e agora nossa expectativa é continuar dentro do grupo que disputará o título”, diz Burti.

Sobre a largada, o ex-piloto da F-1 disse que a longa reta do circuito, seguida de uma primeira curva lenta, ajudou a complicar a primeira volta, ainda mais que a pista estava bem suja fora do traçado. “Tomei pancada de todo lado e com isso fui empurrado e acabei empurrando também outros carros”, completou.

Além disso, em uma das relargadas, Burti também levou um toque de Allam Khodair na parte traseira de seu Volkswagen Bora. “Eu já estava sofrendo com muita vibração e, depois disso, começou a sair até fumaça do carro. Achei que não ia completar a prova”, comentou Burti, que, no ano passado, fez pole e liderou a corrida em Santa Cruz do Sul e quebrou a poucas voltas do final. “Fiquei contente com o pódio, mas não compensa a frustração pela corrida de 2006. Vitória é sempre vitória”, conta.

Em grande prova de recuperação, Thiago Marques (Cimed-Sky-Alpina) fez o que pôde na prova de hoje. Largando em último após enfrentar problemas de suspensão no treino classificatório, o paranaense já ocupava a 15ª colocação na prova, entrando na zona de pontuação.

A quebra da barra traseira a poucas voltas do fim, no entanto, acabou com a prova de Marques. “Assim que houve o problema, ficou impossível segurar o carro e escapei da pista. Mas saio daqui com a sensação de dever cumprido. Depois de tantos problemas, consegui andar num ritmo forte, virando tempos no mesmo ritmo dos líderes, e poderia até sair com pontos daqui”, diz Marques.

O piloto da Cimed Racing corre em casa a próxima etapa do campeonato, que será em Curitiba, no dia 8 de setembro. “Vamos otimista para esta etapa. O time melhorou bem o acerto do carro nesta etapa e poderemos brigar pelas primeiras colocações”, completou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *