Stock: Com fé na vitória, Valdeno põe Peugeot em terceiro lugar no grid

Paraibano é o melhor da marca no treino classificatório da décima etapa e manifesta confiança na conquista de sua primeira vitória.

Mais uma vez, Valdeno Brito obteve o melhor desempenho de um piloto da Peugeot num treino classificatório da Copa Nextel Stock Car V8. O piloto paraibano da Neo Química-Neosoro/JF Racing vai alinhar o carro número 77 no grid da décima etapa. A corrida deste domingo (28) confrontará 38 dos 46 pilotos inscritos no Autódromo Internacional de Tarumã, em Viamão, cidade localizada na Grande Porto Alegre.

A pole em Viamão foi conquistada pelo paranaense Rodrigo Sperafico. É a terceira vez na temporada que o piloto da Action Power 2 comanda o grid na Stock Car V8. Ele terá a seu lado na primeira fila o carioca Duda Pamplona, da Officer Motorsport. Além de Sperafico e Brito, dois finalistas na disputa pelo título participaram da Super Classificação – Cacá Bueno, da RC Competições, sai em quinto, enquanto Daniel Serra, da Red Bull, larga em nono.

Brito foi 11º na primeira fase do treino classificatório. Sua participação na Super Classificação, que reúne os 10 mais rápidos em uma nova disputa, foi confirmada pelo problema envolvendo os pneus dos carros de Marcos Gomes e Ricardo Maurício, desclassificados do processo classificatório – ambos eram integrantes do grupo dos 10 primeiros. “Nós deduzimos que haveria a punição, por isso não tentei voltar à pista antes da Super Classificação”, disse Brito.

O terceiro lugar no grid foi bastante comemorado pelo paraibano. “Meu fim de semana não começou muito bem, eu me sentia confortável com o carro, mas nós viemos trabalhando pouco a pouco. Tenho muito a agradecer a Deus, porque Ele colocou a mão sobre o meu carro, sobre a nossa equipe, para que tudo desse certo. A perspectiva para a corrida é a melhor possível, meu carro é muito bom para ritmo de corrida”, declarou o piloto, nono na pontuação.

O piloto paraibano foi segundo colocado nas duas últimas corridas da Stock Car V8 em Tarumã, em 2005 e 2006. “Preciso de um bom resultado para ganhar posições no playoff, essa é uma corrida essencial para determinar as chances de cada pilotos classificado na caça ao título. Tenho muita fé no bom desempenho na corrida. Como tenho dito, estamos num momento muito bom, a hora da primeira vitória pode estar chegando”, animou-se.

O goiano Ruben Fontes, companheiro de Brito na Neo Química-Neosoro/JF Racing, vai alinhar o Peugeot número 87 em 19º lugar no grid. “Eu vou para mais uma corrida de recuperação, como tenho feito ultimamente. Sei que meu carro me dá condições para tentar terminar a corrida entre os seis primeiros”, ele aposta. “Nos treinos livres meu carro foi muito rápido com pneus velhos, devo conseguir uma boa recuperação”, aposta.

A mudança na condição de pista comprometeu o desempenho de Fontes. “Nós tentamos mudar a calibragem, mas a pista mudou e o meu carro ficou com a dianteira muito instável. Com isso, eu perdia três décimos de segundo no último trecho da pista. Com o carro mais equilibrado, eu estaria entre os 10”, supôs. “O importante, no fim de tudo, é que posso contar com a durabilidade do carro para vir para a frente na corrida”, acrescentou.

A regra que garante participação em todas as provas aos 25 primeiros colocados na classificação final da temporada passada e ao campeão e ao vice da classe Light provocou quatro eliminações do grid. Christian Conde e Fábio Carreira, que terminaram o treino classificatório em 35º e 38º, perderam suas vagas para Tarso Marques e Mateus Greipel, que ficaram com os 40º e 45º lugares no treino classificatório, respectivamente.

Além disso, Maurício e Gomes, outros com suas vagas garantidas, vão ocupar a última fila, tirando do grid Thiago Medeiros e Gualter Salles, 33º e 34º no resultado do treino classificatório. A décima etapa da Copa Nextel Stock Car V8, neste domingo, terá sua largada às 11h. A Rede Globo transmitirá a corrida ao vivo, no “Esporte Espetacular”, com narração de Luís Roberto, comentário de Reginaldo Leme e reportagem de Clayton Conservani e Edson Viana.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *