Stock: Diego Nunes gostou do primeiro contato com o carro da Stock Car

Piloto fará sua estreia na principal categoria de turismo do Brasil.

Nesta segunda-feira e terça-feira (1º e 02 de março) os pilotos da Copa Caixa Stock Car que vão disputar a temporada 2010 estiveram na pista de Interlagos, São Paulo, para o primeiro contato com o novo motor da categoria: alimentado com etanol, com injeção eletrônica e 500cv de potência. Para o piloto de GP2, Diego Nunes (GAROTO), além do motor, ele teve que conhecer como pilotar um carro de turismo, já que este ano será sua estreia na categoria. Pilotando o carro da equipe RC3 Bassani, Nunes gostou do que viu. “Gostei bastante do carro. Esperava que teria dificuldades, principalmente com a visão, mas não foi o que aconteceu. O  câmbio é bom também. Claro que me falta quilometragem para avaliar melhor, mas pelo pouco que andei, já deu para sentir que é divertido”, comentou Diego Nunes.
 
Eduardo Bassani, engenheiro da RC3 Bassani, gostou do primeiro contato de Diego Nunes com um carro de Turismo. “Apesar de novo, o Diego tem muita experiência internacional, competindo de GP2 e Fórmula 3000. Gostei muito deste primeiro contato dele. Aqui na redução, no final da reta, ele já está no mesmo nível dos pilotos da categoria. Acumulando quilometragem ele poderá se destacar em breve. Em poucas corridas já estará totalmente adaptado ao carro”, disse Bassani. 
E um problema com os novos motores da Stock Car abreviaram os treinos na capital paulistana. Várias equipes tiveram seus propulsores quebrados durante os treinos, e os organizadores acharam por bem cancelar a sessão de 1h30 de duração que aconteceria nesta terça-feira à tarde. O motor de Diego Nunes foi um dos que quebrou. “Foi uma medida correta até corrigirem o erro destes motores. Tivemos um motor quebrado o que prejudicou a adaptação do Diego. Não conseguimos, por exemplo, passar nenhum jogo de pneu melhor. Mas este treino será recompensado na semana da corrida e o Diego estará preparado para a estreia”, finalizou Bassani.
 
O piloto paulista Max Wilson foi o mais rápido nesta manhã de terça-feira com o tempo de 1:37.471. Sem utilizar pneus novos e com poucas voltas (apenas 13) , Diego foi 26º com 1:40.296.
 
A etapa de abertura da Copa Caixa Stock Car acontece no dia 28 de março no Autódromo de Interlagos, São Paulo.
 
Os tempos desta terça-feira:
1°. Max Wilson (Eurofarma RC/C), 1min37s471
2°. Allam Khodair (Full Time Blausiegel/P), 1min37s474
3°. Felipe Maluhy (Officer Pamplona’s/C), 1min37s526
4°. Allan Hellmeister (JF/P), 1min37s619
5°. Cacá Bueno (Red Bull/P), 1min37s652
6°. Thiago Camilo (Vogel/C), 1min37s772
7°. Antonio Jorge Neto (P/Corinthians), 1min37s789
8°. Átila Abreu (AMG/C), 1min37s797
9°. Valdeno Brito (Boettger/C), 1min37s904
10°. Xandinho Negrão (A.Mattheis/C), 1min37s980
11°. Ricardo Zonta (Corinthians), 1min38s020
12°. Norberto Gresse (Hot Car/C), 1min38s133
13°. Lico Kaesemodel (RCM/P), 1min38s231
14°. Antonio Pizzonia (Hot Car/C), 1min38s238
15°. Gustavo Sondermann (AMG/C), 1min38s311
16°. Ricardo Mauricio (Eurofarma RC/C), 1min38s326
17°. Alceu Feldmann (RCM/P), 1min38s486
18°. Julio Campos (JF/P), 1min38s738
19°. Christian Fittipaldi (Gramacho Costa/P), 1min39s053
20°. Nonô Figueiredo (Boettger/C), 1min39s095
21°. Daniel Serra (Red Bull/P), 1min39s239
22°. David Muffato (Full Time Itaipava/P), 1min39s513
23°. Marcos Gomes (Full Time Blausiegel/P), 1min39s834
24°. Luciano Burti (Full Time Itaipava/P), 1min39s840
25°. Popó Bueno (A.Mattheis/C), 1min40s045
26°. Diego Nunes (RC3 Bassani/P), 1min40s296
27°. Constantino Jr. (Amir Nasr/P), 1min40s313
28°. William Starostik (Gramacho Costa/P), 1min40s811
29º. Pedro Gomes (Vogel/C), 1min41s776
30°. Duda Pamplona (Officer Pamplona’s/C), 1min46s602
31°. Claudio Ricci (Amir Nasr/P), 1min47s068

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *