Stock: Duda explora novidades do regulamento para superar tempo instável

O tempo instável que marcou o primeiro treino oficial para a abertura do Campeonato Brasileiro de Stock Car, hoje (sexta, 7), em Interlagos, prejudicou o trabalho dos 43 pilotos inscritos para o certame, que começa domingo nesse circuito paulistano.


Para o piloto Duda Pamplona, da equipe Officer MotorSport, esta situação problemática poderá ser amenizada com as novidades de tecnologia introduzidas este ano:

 


“Treinamos em pista seca no início da semana, mas, a exemplo do que aconteceu hoje, a previsão meteorológica indica chuvas esporádicas para todo o fim de semana. Nestas condições as novidades do regulamento de 2006, em especial a eletrônica embarcada, ajudam a superar as dificuldades provocadas pelo clima instável.”


 


O regulamento de 2006 permite a utilização de recursos como o sistema de telemetria, algo muito explorado na Fórmula 1 e outras categorias de ponta do automobilismo internacional. Através de sensores instalados em sistemas vitais do carro e um programa de software instalado nos computadores nos boxes, a equipe pode analisar mais profundamente o comportamento do veículo na pista. Em um cenário onde as condições da pista mudam bastante a cada volta, esse recurso ajuda a encontrar o ajuste apropriado.


 


Além da eletrônica as novidades também incluem o uso de novas barras estabilizadoras. Produzidas pela ZF, a mesma empresa que fabrica os chassis e faz a manutenção dos motores usados na Stock Car, as novas barras permitem um desempenho mais equilibrado e constante. As mudanças do regulamento deste ano também afetaram o sistema de classificação: durante as sessões de treinos livres os dez primeiros são qualificados para disputar a super-classificação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *