Stock: Em dia de F-1, Stock e TC2000, Burti sobe no pódio

Thiago Marques pontua ao colocar pneus slicks em prova disputada com piso molhado e marcada por grave acidente no final, envolvendo Gualter Salles.



O final de semana mais movimentado da carreira de Luciano Burti (Petrobras-Cimed-Pakalolo-Brasil Telecom) foi premiado com o pódio na Stock Car, hoje, em Buenos Aires. O piloto da Petrobras-Action Power chegou em terceiro lugar, em prova muito acirrada e disputada com condições adversas de clima –pista molhada no início e seca no final.


 


Os ponteiros que saíram com pneus de chuva se deram bem, com vitória de Ingo Hoffmann, seguido por Felipe Maluhy e Burti. A prova foi interrompida com bandeira vermelha aos 45 minutos, após o assustador acidente de Gualter Salles. O piloto foi encaminhado ao hospital, com suspeita de fratura no braço.


 


Não foi apenas este acidente que fez da décima etapa do ano uma das mais disputadas da temporada. “Vi que hoje era dia de terminar a prova e com isso certamente já estaria numa boa colocação, porque as condições da pista estavam muito adversas. Em vários momentos da prova, a visibilidade era crítica: dois pilotos rodaram na minha frente e por pouco não me envolvo num acidente”, comenta Burti.


 


O brasileiro igualou o resultado da prova do ano passado em Buenos Aires, quando também ficou em terceiro lugar.


 


“Realmente tenho um bom retrospecto aqui na Argentina e este final de semana ficará em minha memória, não apenas pelo pódio, mas também pelas atividades com a TC2000 e principalmente com a F-1”, disse o piloto, que correu com o macacão da Williams, já que cinco minutos após a cerimônia de pódio da Stock Car já estava na pista para a segunda demonstração da F-1 em Buenos Aires.


 


Quem também se destacou hoje na etapa da Argentina foi Thiago Marques (Petrobras-Cimed-Prevyne-Alpina). Ele foi um dos únicos quatro pilotos a arriscar na largada e sair de pneus slicks. “Sabia que o começo da prova seria difícil, mas decidi apostar na melhora da pista e deu certo”, comentou o paranaense.


 


De fato, mesmo caindo para a 31ª posição nas voltas iniciais, o piloto da Petrobras-Action Power iniciou uma rápida recuperação no meio da prova, à medida que a pista secava. Já estava em décimo quando a prova foi interrompida –valendo o resultado da volta anterior, ficou com a 12ª colocação, marcando mais quatro pontos no campeonato.


 


“Foi uma pena que a corrida foi interrompida antes, porque estava virando mais rápido que os líderes e estava a menos de dez segundo do primeiro colocado. Mas a decisão foi correta, o acidente do Gualter deixou todos os pilotos preocupados e não havia mesmo como continuar com a prova”, comenta Marques.


 


Vitorioso dos 200 Km de Buenos Aires em 2005, quando se tornou o primeiro estrangeiro a vencer a prova, neste ano Burti não deu sorte. Na prova, Norberto Fontana se acidentou e a equipe abandonou prematuramente a corrida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *