Stock: Equilíbrio da Stock Car surpreende Duda Pamplona

A competitividade da categoria mais importante do automobilismo brasileiro já surpreende até os próprios pilotos da categoria que, por força das circunstâncias, estão habituados a decidir posições na base de milésimos de segundo.


Ao final dos treinos livres para a sétima etapa da temporada, em Santa Cruz do Sul (RS), a diferença do piloto mais rápido do dia – Cacá Bueno – para Duda Pamplona, o nono mais rápido, foi de meros 0,302 segundo, mais ou menos o mesmo tempo para se pronunciar o número “1”. Atualmente em 11º. lugar no certame, Pamplona luta para garantir sua inclusão no playoff da categoria.

“Conseguimos realizar um trabalho bastante proveitoso hoje”, declarou Pamplona, que defende a equipe Officer MotorSport. “Se isso recompensou a dedicação do nosso time, por outro eu ficava espantado cada vez que voltava aos boxes com um tempo entre os quatro, cinco melhores: não demorava muito e eu já ficava fora dos dez primeiros, nosso objetivo primário para pensar em disputar playoff.

Mesmo sem ter usado pneus novos, recurso que comprovadamente garante uma redução sensível de tempo, e enfrentando problemas de dirigibilidade Duda ficou entre os dez primeiros. Dessa forma o carioca tem razões para acreditar que pode melhorar bastante na prova de classificação:

“O sistema de direção dos Stock Car tem assistência eletro-hidráulica. No treino de hoje meu carro apresentou uma falha e deixou o volante muito pesado. Esta noite vamos fazer uma revisão completa no sistema, que inclui a troca da caixa de direção e da bomba hidráulica”, finalizou Pamplona.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *