Stock: Experiência na A1GP ajuda Khodair a avaliar o “botão de ultrapassagem”

Com base no contato que teve com o sistema nas três corridas que disputou pelo campeonato internacional, piloto paulista avaliou uma das novidades mais aguardadas da temporada.

O paulista Allam Khodair é provavelmente o único entre os 47 nomes confirmados para a temporada de 2007 da Copa Nextel Stock Car com experiência no uso do “push-to-pass” – uma das novidades introduzidas no campeonato deste ano que promete aumentar o número de ultrapassagens durante as corridas do campeonato brasileiro. O sistema, que significa “aperte para passar” em tradução literal, é usado há alguns anos na A1GP – categoria na qual Allam defende a equipe do Líbano – e garante boa parte das inúmeras trocas de posição que caracterizam as provas do campeonato internacional.

Embora tenha um funcionamento diferente na Stock Car, o “botão de ultrapassagem” também foi instituído com a finalidade de aumentar a competitividade durante as corridas, e recebeu a aprovação do piloto paulista nos testes desta semana, realizados em São Paulo. “Na A1GP o push-to-pass aumenta em 300 giros a rotação máxima do motor durante vinte segundos, e pode ser usado até oito vezes por corrida”, explicou Khodair. “Na Stock o sistema consiste em um cilindro de óxido nitroso, popularmente conhecido como nitro, que tem capacidade para três descargas no motor ao longo de cada prova. Embora tenham características diferentes, acredito que os dois sistemas sejam eficazes e vejo a corrida deste domingo como um bom teste para o nosso push-to-pass”, acrescentou.

Nos treinos realizados nesta semana no Autódromo de Interlagos, o nitro aumentou em 2 km/h a velocidade máxima dos carros de equipe Boettger, de Allam Khodair e Alceu Feldmann, no trecho entre a subida da Junção e a freada para o S do Senna. Esse número, embora pareça pequeno, é suficiente para facilitar trocas de posição, o que deve resultar na aprovação do novo sistema por todos os pilotos.

“Acredito que o nitro deva ajudar a aumentar o espetáculo. Por outro lado, seu uso tem um efeito psicológico que não foi considerado, e que pode aumentar o número de acidentes. Se o piloto que prepara uma ultrapassagem usar o push-to-pass e, mesmo assim, sentir que não vai conseguir ganhar a posição, ele pode não querer perder a viagem e tentar ultrapassar de qualquer maneira. É uma hipótese que pode aumentar o risco de toques e batidas, e por isso os comissários precisarão ficar de olho para punir eventuais excessos”, acrescentou Khodair.

O piloto paulista terminou os dois dias de treinos livres realizados em São Paulo nesta semana entre os dez mais rápidos da categoria, e acredita em uma estréia positiva na temporada de 2007. “Fizemos bons treinos e a preocupação maior da equipe foi encontrar o melhor acerto para os novos pneus nacionais, que estão substituindo os importados. Temos os treinos livres de amanhã (sexta-feira) para melhorar o equilíbrio do carro, e nosso objetivo continuar sendo o de disputar a vitória neste fim de semana”, finalizou Khodair.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *