Stock: Feldmann corre com “regulamento embaixo do braço”

Paranaense teve problemas no classificatório em Londrina.

Uma expressão muito usada no futebol está sendo utilizada neste final de semana por Alceu Feldmann (Fertipar / Boettger), durante a etapa de Londrina, que define os dez finalistas da Copa Nextel Stock Car. “Correr com o regulamento embaixo do braço” para o sétimo colocado no Campeonato quer dizer fazer contas para carimbar a vaga para a grande final.


No treino classificatório desta sexta, que definiu a pole position a favor de Thiago Camilo (Texaco / Vogel), o carro #6 não rendeu o esperado e Alceu parte da 25ª posição. Coincidentemente, a mesma colocação conquistada por ele na “corrida do milhão”, no Rio de Janeiro, quando utilizou a estratégia de largar com pneus slick e não trocá-los durante a prova – o que lhe rendeu o quinto lugar.


Pelos sites de previsão do tempo as chances de chuva durante a prova deste sábado são de 80%, o que anima Feldmann. “Esta pista não possibilita ultrapassagens. Então seria muito difícil chegar aos pontos. Como vim das pistas de terra, gosto de pilotar na chuva. E isso aumenta consideravelmente minhas chances”, destaca o único paranaense na zona do playoff.


Com 46 pontos, Alceu é o sétimo colocado na tabela e, pela média das últimas duas temporadas, já estaria classificado para a super final. “Por isso, preciso ter cabeça durante a prova e ficar de olho no desempenho dos meus principais concorrentes”, declara Feldmann, referindo-se a Luciano Burti, Allam Khodair, Antônio Jorge Neto, Popó Bueno e Giuliano Losacco, que parte da segunda posição na corrida, que tem largada marcada às 10h18 deste sábado, com transmissão ao vivo pela Rede Globo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *