Stock: Ingo Hoffmann encerra sexta-feira como o mais rápido em Buenos Aires

Com a pista seca, o experiente piloto garantiu a melhor volta do dia. Tomada de tempos será neste sábado.

Ingo Hoffmann foi o mais rápido do primeiro dia de treinos oficiais da 10ª etapa da Stock Car Brasil, que está sendo realizada no Autódromo Internacional Oscar Gálvez, em Buenos Aires (ARG). Na segunda sessão desta sexta-feira, o experiente piloto da equipe AMG Motorsport, com Mitsubishi Lancer, 12 vezes campeão da categoria, marcou o tempo de 51s975 para os 2.607 metros do traçado argentino. Na segunda colocação ficou Thiago Camilo, da Texaco-Vogel, com Chevrolet Astra, no tempo de 51s981; enquanto Nonô Figueiredo, da Scuderia 111, com Chevrolet Astra, foi o terceiro do dia, 51s991. A tomada de tempos começa às 11h10 desta sábado, ficando a Super Classificação que apontará o pole position para as 13 horas. No domingo, a etapa começará às 11 horas, com transmissão ao vivo pela Rede Globo de Televisão.


A sexta-feira teve de tudo em Buenos Aires. Pela manhã, a primeira sessão aconteceu sob chuva e teve como destaque Cacá Bueno. O líder da categoria, que andou duas temporadas na TC 2000, conhece bem o traçado argentino e soube aproveitar melhor as condições adversas do clima em Buenos Aires. Na segunda, já com pista seca, a disputa foi ainda mais emocionante, com vários pilotos se alternando na liderança do treino. No final, Ingo Hoffmann voltou a andar bem como havia feito em Brasília e Tarumã, as duas últimas provas, respectivamente.


O equilíbrio da principal categoria do automobilismo nacional se fez presente mais uma vez, com 26 dos 40 pilotos virando no mesmo segundo. Além de Ingo, a sexta-feira também foi bastante positiva para Thiago Camilo, Nonô Figueiredo e Giuliano Losacco, segundo, terceiro e quarto, respectivamente. Cacá Bueno terminou o segundo treino na 17ª posição.


A classificação do Playoff aponta Cacá na liderança com 237 pontos, o mesmo total do bicampeão Giuliano Losacco (SP), mas com maior número de vitórias.  Na terceira colocação aparece Hoover Orsi (MS), com 220 pontos, seguido de Rodrigo Sperafico (PR) e Felipe Maluhy (SP), com 218; Thiago Camilo (SP), com 216; Guto Negrão (SP), 215; Alceu Feldmann (PR), 214; Antônio Jorge Neto (SP), 211; e Ricardo Maurício (SP), 207.


A programação em Buenos Aires prevê a disputa dos 200 Km da cidade, uma das principais etapas da TC 2000 e que costuma atrair um público de 70 mil pessoas no domingo. Nesta prova, os brasileiros também mostrarão sua categoria, sendo que sete pilotos nacionais foram confirmados para correr ao lado dos argentinos. São eles Luciano Burti, vencedor do ano passado, Cacá Bueno, Hoover Orsi, David Muffato, Felipe Maluhy, Tarso Marques e Christian Fittipaldi.


Segundo treino livre Stock Car V8


1  Ingo Hoffmann (Mitsubishi Lancer), 51,975 
2  Thiago Camilo (Chevrolet Astra), 51,981 – 0,006
3  Nonô Figueiredo (Chevrolet Astra), 51,991 – 0,016
4  Giuliano Losacco (Chevrolet Astra), 52,067 – 0,092
5  Valdeno Brito (Chevrolet Astra), 52,091 – 0,116
6  Ricardo Mauricio (Chevrolet Astra), 52,106 – 0,131
7  Fabio Carreira (Chevrolet Astra) 52,149 – 0,174
8  Christian Fittipaldi (Chevrolet Astra), 52,258 – 0,283
9  Felipe Maluhy (Mitsubishi Lancer), 52,309 – 0,334
10 Chico Serra (Volkswagen Bora), 52,315 – 0,340
11 Paulo Salustiano (Chevrolet Astra), 52,346 – 0,371
12 David Muffato (Volkswagen Bora), 52,514 – 0,539
13 Thiago Marques (Volkswagen Bora), 52,518 – 0,543
14 Rodrigo Sperafico (Chevrolet Astra) , 52,541 – 0,566
15 Allan Khodair (Chevrolet Astra), 52,545 – 0,570
16 Luciano Burti (Volkswagen Bora), 52,567 – 0,592
17 Cacá Bueno (Mitsubishi Lancer), 52,581 – 0,606
18 Felipe Gama (Chevrolet Astra), 52,610 – 0,635
19 Raul Boesel (Volkswagen Bora), 52,613 – 0,638
20 Antônio J. Neto (Mitsubishi Lancer), 52,626 – 0,651
21 Duda Pamplona (Mitsubishi Lancer), 52,632 – 0,657
22 Popo Bueno (Chevrolet Astra), 52,707 – 0,732
23 Ruben Fontes (Chevrolet Astra), 52,754 – 0,779
24 Atila Abreu (Chevrolet Astra), 52,894 – 0,919
25 Guto Negrão (Chevrolet Astra), 52,939 – 0,964
26 Hoover Orsi (Volkswagen Bora), 52,958 – 0,983
27 Alceu Feldmann (Chevrolet Astra), 53,044 – 1,069
28 Diogo Pachenki (Chevrolet Astra), 53,107 – 1,132
29 Juliano Moro (Mitsubishi Lancer), 53,112 – 1,137
30 Jader David (Chevrolet Astra), 53,256 – 1,281
31 Gualter Salles (Chevrolet Astra), 53,345 – 1,370
32 Tarso Marques (Mitsubishi Lancer), 53,361 – 1,386
33 Carlos Alves (Volkswagen Bora), 53,387 – 1,412
34 Mateus Greipel (Chevrolet Astra), 53,416 – 1,441
35 Lico Kaesemodel (Mitsubishi Lancer), 53,600 – 1,625
36 Pedro Gomes (Volkswagen Bora), 53,917 – 1,942
37 Christian Conde (Mitsubishi Lancer), 53,921 – 1,946
38 Mano Rola (Chevrolet Astra), 54,140 – 2,165
39 Hibernon Cysne (Chevrolet Astra), 54,175 – 2,200
40 Giuliano Pilagallo (Chevrolet Astra), 55,910 – 3,935


A Stock Car Brasil tem realização e organização da Vicar Promoções, com supervisão da Confederação Brasileira de Automobilismo. Os patrocínios são de Chevrolet, Volkswagen e Pirelli e co-patrocínio de Bosch, Mitsubishi, Texaco e Medley. Apoios de Cobreq, Fremax, Transzero e Binno.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *