Stock: Jader David estréia pontuando na principal categoria do país

O piloto Renato Jader David (Jade Transportes) estreou na principal categoria de automobilismo do país, o Campeonato Brasileiro de Stock Car V8, marcando pontos e sendo o melhor estreante da abertura da temporada que aconteceu neste fim de semana em Interlagos, São Paulo. Pilotando um dos carros da RC3 Bassani, Jader largou na 7ª colocação (de 42 pilotos) e finalizou a difícil prova na 12ª colocação. O vencedor foi o atual vice-campeão, Cacá Bueno.

“Foi uma prova muito difícil, cheia de acidentes. Gostei da estréia principalmente por ter largado entre os 10 primeiros e ter pontuado. Foi apenas a minha primeira prova. Tem mais 11 para eu me acostumar com o carro” disse o piloto e 21 anos.

Jader David já havia chamado a atenção de todos ao estar na “Super Classificação” no sábado. Apenas os 10 melhores pilotos dos 42 que estiveram na primeira etapa puderam disputar a pole position. Com a 7ª marca, largou a frente de Giuliano Losacco, atual bicampeão da categoria. Na largada Renato perdeu algumas posições e logo voltou ao ritmo normal. Mas com problemas no rendimento do carro teve muito trabalho para sustentar e ganhar posições durante a corrida. Em uma prova onde vários acidentes fortes aconteceram, Jader passou muito perto de se envolver em um com maiores proporções. “Nossa foi muito rápido. O Tarso Marques bateu com um outro piloto e voltou para o meio da pista desgovernado. Uma peça do carro dele me acertou e fui parar na grama. Tentei voltar para a pista e acabei rodando. Por sorte o carro não apagou e parei virado para o lado certo. Foi engatar a primeira e voltar para a corrida. Mas passei por um susto e dei muita sorte porque não veio ninguém rápido atrás de mim. Poderia ser muito mais forte”, descreveu o acidente o campineiro.

Já com o carro danificado e muito desalinhado, Jader ainda continuou na pista e terminou a prova na 12ª colocação garantindo os seus quatro primeiros pontos na Stock Car V8. “Depois da prova, quando o carro voltou para o box, a equipe constatou que tivemos problemas de freio. Eu tinha que anteceder muito o ponto de freada para poder fazer as curvas. Foi uma prova bem movimentada e muito difícil. O importante foi pontuar já na primeira corrida”, finalizou o campeão da Stock Car Light 2005.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *