Stock Jr.: Navarrinho foge do vácuo, e vai bem em Londrina

Em sua estréia no circuito paranaense, piloto paulista terminou o primeiro dia de treinos para a quinta etapa da temporada com o terceiro melhor tempo na classe Master.

Fazendo sua estréia no Autódromo Ayrton Senna, em Londrina (PR), o piloto paulista Rodrigo Navarro (Clube de Saúde / Simmons) conquistou nesta sexta-feira o terceiro melhor tempo da classe Master no primeiro dia de treinos para a quinta etapa da Stock Jr. Ele completou 24 voltas pelo circuito paranaense e estabeleceu a marca de 1:35.462 na melhor passagem, mesmo adotando a estratégia de evitar o aproveitamento do vácuo nos treinos livres – o que pode render até 0s8 por volta em um traçado como a de Londrina.

Treinar dessa forma, na opinião do piloto, foi a melhor maneira de avaliar o real comportamento de seu carro para a sessão de classificação deste sábado, já que a diferença de performance costuma variar bastante em condições de vácuo. “Procurei andar de cara para o vento hoje, porque amanhã (sábado), na tomada oficial de tempos, treinaremos nesta condição”, comentou Navarrinho. “Estamos no caminho certo e o objetivo agora é garantir uma vaga entre os seis primeiros no grid de largada para a quinta corrida do ano”, acrescentou.

Campeão Brasileiro de Marcas em 2004, Navarrinho não conhecia o Autódromo de Londrina, já que o circuito não fez parte do calendário do campeonato nacional naquele ano. Por esse motivo, as sessões de hoje serviram, também, para que o piloto paulista pudesse se habituar ao traçado, considerado bastante técnico pelos pilotos. “Esta é uma pista difícil, que exige alguns treinos. Por isso acho que começamos muito bem. Tive dois fatores contra nesta sexta-feira, que foram a ausência de vácuo e a falta de conhecimento da pista, e mesmo assim os tempos foram bastante competitivos”, declarou.

Vice-líder na classe Master, Navarrinho traçou como objetivo para este fim de semana voltar ao pódio, posição que ocupou nas duas primeiras etapas da temporada. Nas duas provas seguintes, ele marcou poucos pontos e avalia que já usou os descartes a que tinha direito na temporada. “De agora em diante, não posso mais ter problemas. O primeiro passo para uma boa corrida neste domingo é largar bem colocado, e depois vou procurar manter um ritmo constante, fugindo de acidentes”, encerrou o piloto.

O mais rápido nesta sexta-feira em Londrina foi Lucas Finger, com o tempo de 1:34.338.

O resultado combinado dos dois treinos livres de hoje é o seguinte:
1º)  Lucas Finger  (PR), 1min34s338, média de 120,01 Km/h
2º)  Eduardo Leite  (SP), 1min34s423
3º)  Cauê Carvalho  (SP), 1min34s466
4º)  Patrick Gonçalves  (BA), 1min34s634 *
5º)  Jason Oliveira  (SP), 1min34s690 *
6º)  Rafael Negrão  (SP), 1min35s068
7º)  Cassio H de Mello  (SP), 1min35s104
8º)  Rodrigo Navarro  (SP), 1min35s462 *
9º)  Thiago Riberi  (SP), 1min35s563
10º)  Rodrigo Barone  (SP), 1min36s004 *
11º)  Renato Rattes  (SP), 1min36s052 *
12º)  Flavio Sampaio  (SP), 1min36s184
13º)  Alessandro Xavier  (, PR), 1min36s286
14º)  João Carvalho  (SP), 1min36s388 *
15º)  Carlo Kain  (SP), 1min36s742
16º)  Adriano Amaral  (SP), 1min36s750 *
17º)  Carlos Cavaleiro  (SP), 1min41s686 *

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *