Stock: Lico Kaesemodel faz sua estréia na elite da Copa Nextel Stock Car

Após boa temporada na Stock Light, piloto inicia uma nova fase na categoria principal representando a equipe AMG, vice campeã em 2006.


O jovem piloto Lico Kaesemodel inicia amanhã uma nova fase em sua carreira com a realização de seu primeiro treino coletivo na Copa Nextel Stock Car, no autódromo de Interlagos, em São Paulo. É o primeiro contato do paranaense de 23 anos com sua nova equipe – AMG Motorsport, vice-campeã em 2006 – e ao lado do legendário Ingo Hoffmann, que será seu companheiro de equipe. A temporada será aberta no próximo fim de semana (21 e 22/4), antes porém, estão programados dois dias de treinos coletivos (17 e 18/4), onde equipes e pilotos andarão pela primeira vez, visando testar as novidades previstas para esse ano.

Após uma temporada respeitável na V8 Light em 2006, quando obteve a 5ª colocação entre mais de 30 carros, Kaesemodel chega na V8 com o patrocínio Sascar – empresa de rastreamento – no momento de maior competitividade e consolidação da categoria: são perto de 50 carros inscritos, transmissão ao vivo das 12 etapas pela TV Globo; bolsa de premiação e a entrada de novas tecnologias como: “push-to-pass” (Nitro), visando otimizar as ultrapassagens; “air box” no capô para tomada de ar no motor; “end plate” no spoiler dianteiro; o uso de uma gasolina sem chumbo e a introdução de novos pneus nacionais

“Vou aproveitar esses treinos para andar o máximo, pois tem vários itens que preciso me adaptar em relação ao Stock Light: o câmbio é diferente, o carro é mais forte e preciso aprender a controlar as reações. O que vai me afetar mais é pegar a mão do carro, mas tenho esperanças de que posso andar rápido e os treinos vão ajudar bastante. Estou muito ansioso para começar”, comentou.

Apesar da grande expectativa, Lico mantém os pés no chão e reconhece o grande desafio que encara a partir de agora. “Tenho consciência de que essa primeira parte da temporada será de aprendizado. Um ponto que certamente vai me ajudar é a telemetria, que não tínhamos na Light; e o fato de eu ter como companheiro o Ingo, um cara rápido, experiente e que vai ajudar muito na minha evolução”, completou o piloto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *