Stock Light: Eduardo Santos estréia pela Katalogo com chances de chagar aos primeiros pontos

Piloto carioca vai largar da sétima fila na etapa deste domingo, em Interlagos. Na Stock V8, equipe também se classificou, mas teve de ceder a vaga de Ruben Carrapatoso no grid.

Após realizar bons treinos ao longo da semana com o carro número 36 da equipe Katalogo Racing, o piloto carioca Eduardo Santos confirmou a rápida adaptação a Stock Light e garantiu vaga na sétima fila do grid de largada para a corrida deste domingo, em Interlagos, que abre a temporada de 2007 da categoria.

Com o tempo de 1min46s458, Santos garantiu a 14ª posição entre os 32 participantes e prevê um bom resultado em sua primeira corrida com carros de turismo. “Foi um resultado muito bom. A equipe fez um bom trabalho, me ajudou bastante nessa adaptação, e estou satisfeito. Agora, o objetivo vai ser terminar a prova e marcar meus primeiros pontos no campeonato”, declarou o piloto. A pole position na categoria foi de Gustavo Sondermann, com 1min45s331.

No outro carro da Katalogo Racing na Stock Light, a piloto Fernanda Parra vai largar em 26º e também projeta uma boa corrida para este domingo. “Assim como no ano passado, espero marcar pontos nessa prova e seria ótimo deixar Interlagos com um resultado positivo, já que fiz poucos treinos ao longo do fim de semana”, declarou a piloto.

Problemas na V8 – Embora tenha colocado o paulista Ruben Carrapatoso na relação dos 38 pilotos que largam para a etapa de abertura da temporada da Copa Nextel Stock Car, neste domingo, a Katalogo Racing não participará da prova. Em virtude do novo regulamento da competição, que garante a presença dos 25 melhores colocados no campeonato do ano passado, além do campeão e vice da Light, no grid de todas as 12 provas de 2007, Carrapatoso teve de ceder seu lugar na prova para Chico Serra e Duda Pamplona.

“Realmente essa nova regra causa algumas injustiças, porque mesmo precisando trocar o motor do carro do Rubinho duas vezes ao longo do fim de semana, conseguimos colocá-lo no grid, mas tivemos que ceder a vaga a outros pilotos”, lamentou Parra. A nova regra que garante a participação de 27 pilotos na corrida mesmo que todos enfrentem quebras ou problemas durante a classificação limita o treino classificatório à disputa de apenas 11 vagas para as corridas deste ano. Neste sábado, o sistema vitimou os ex-pilotos de Fórmula 1 Enrique Bernoldi e Ricardo Zonta, que estréiam na categoria e também não estabeleceram o tempo necessário para participar da corrida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *