Stock Light: Família Sperafico com automobilismo na veia (álbum de fotos)

Rafael integra o clã Sperafico, tradicional família de Toledo, que tem 10 pilotos na família. Além do automobilismo, Rafael jogava futebol como lazer.

Chegou a ser convidado por clubes profissionais no final da década de 90 para integrar equipes de base, mas ele preferiu o automobilismo, seguindo sua carreira no kart. Em 2000 foi para os Estados Unidos disputar a Barber Dodge; em 2003 disputou o Campeonato Europeu de Fórmula 3.000 e no final da temporada decidiu abandonar as pistas para dedicar-se aos estudos. No ano passado retornou às pistas, quando disputou a Super Clio (venceu a etapa de Campo Grande) e este ano passou a competir na Stock Car Light, quando também venceu a etapa de Campo Grande. Seu objetivo era ingressar na Stock Car V8 ou na Fórmula Truck no próximo ano.

Família de pilotos

A história da família Sperafico no automobilismo começa em 1973, com Dilso Sperafico, que disputou o Brasileiro de Super Vê, competindo contra feras como Nelson Piquet, Alfredo Guaraná Menezes, Alex Dias Ribeiro, entre outros. No início dos anos 80 vieram Milton Sperafico (irmão de Dilso) e  Eloi Sperafico, sobrinho de Milton e Dilso. No final da década de 80 surgiram Fabiano Sperafico (irmão de Elói) e os gêmeos Ricardo e Rodrigo Sperafico (filhos de Dilso). No final dos anos 90, mais dois membros do clã iniciam no automobilismo: Rafael Sperafico (também sobrinho de Dilso e Milton) e Guilherme Sperafico (filho de Milton). O nono membro do clã é Alexandre Sperafico (sobrinho de Dilso e Milton) e o décimo é Arlei Sperafico Pisoni, que se dedica ao motocross no Mato Grosso do Sul.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *