Stock Light: Lundgren retorna após dois anos e meio

Forte gripe impediu Arthur Lundgren de completar a prova.

A quinta etapa da Stock Car Light que aconteceu neste final de semana no Autódromo Internacional de Santa Cruz do Sul, marcou o retorno do piloto Arthur Lundgren (Powertech) a categoria, após uma ausência de dois anos e meio das pistas. O paulista assumiu o cockpit do carro antes ocupado por Diogo Pachenki, que retornou à Nextel Stock Car.

Esta era uma pista totalmente desconhecida pelo piloto, que relatou ter gostado muito do traçado do circuito gaúcho. No primeiro treino livre o piloto mostrou que não perdeu a mão do carro e virou o oitavo melhor tempo. No segundo treino a pista molhada e as más condições de visibilidade não permitiram a ninguém melhorou os tempos.

“Gostei muito do traçado aqui em Santa Cruz do Sul. Achei que não era uma pista muito rápida, mas me enganei e gostei muito do traçado que alterna trechos com curvas de alta e outras de baixa”, disse Lundgren.

Lundgren fez uma grande largada e na primeira curva ultrapassou três adversários de uma só vez. Em sete voltas já ocupava a 15ª colocação e entrava na zona de pontuação. Em seguida acabou sendo traido pelo piso e rodou na curva de entrada da reta principal. No mesmo instante o safety-car entrou na pista devido a um acidente com André Bragantini.

Na relargada Lundgren passou a pressionar Fernanda Parra e ao mesmo tempo se defender de Claudio Gontijo. Sua condição física no entanto o obrigou a abandonar a prova devido a forte gripe que o acometia desde a sexta-feira.

“Gostei muito de meu desempenho após tanto tempo inativo. Teria pontuado com certeza não fosse a gripe que me debilitou bastante”, disse. “A próxima etapa será em Curitiba, uma pista que conheço bem, e com certeza teremos um bom resultado para comemorar”, finalizou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *