Stock Light: Rodrigo Stefanini é o novo piloto da A. Guaraná Sports

Campeão paulista e vice brasileiro de velocidade na terra, piloto
de 27 anos fará em 2006 sua estréia nas competições em asfalto.


Está definida a dupla de pilotos da A. Guaraná Sports para a temporada de 2006 do Campeonato Brasileiro de Stock Car V8 Light. A equipe paulista, que fará neste ano sua estréia na competição, anunciou na manhã desta segunda-feira (20) que Rodrigo Stefanini, 27 anos, vai pilotar um de seus carros. O outro terá ao cockpit o também paulista Leonardo Burti, que assinou contrato com o time ainda na primeira semana de dezembro de 2005.

A Stock Car V8 Light representará a primeira experiência de Stefanini no automobilismo de asfalto. Sua estréia nas competições de terra ocorreu em 2003, ano em que foi vice-campeão paulista mesmo disputando quatro etapas a menos. Em 2004 teve uma temporada com poucos resultados, panorama revertido no ano passado, com o título paulista e o vice no Campeonato Brasileiro, em Piracicaba, onde perdeu o título nos critérios de desempate.

“Eu tive uma experiência razoável competindo na terra. Não sei até que ponto isso vai me ajudar na Stock Car Light. Pelo que acompanho, a adaptação de quem vem da velocidade na terra para as provas em asfalto é menos difícil do que no processo contrário”, pondera Rodrigo. “Mas não há como negar a necessidade de uma fase completa de aprendizado. Vou ter que me acostumar com as pistas, com as reações do carro, com tudo”, comenta.

Stefanini, que no ano passado recebeu indicação para disputar o Prêmio Goodyear – o vencedor será conhecido em abril próximo –, prevê uma adaptação a médio prazo. “Não posso para esperar muita coisa de início, mas eu acho que vou estar brigando por pontos e por bons resultados depois de três ou quatro corridas”, arrisca o paulista, que em seus primeiros treinos preparatórios pilotou um Omega, em Interlagos, na semana passada.

Alfredo Guaraná Menezes, chefe da equipe, observa que o cronograma traçado no início do trabalho está sendo cumprido à risca. “Temos os dois carros praticamente prontos, faltando apenas alguns detalhes que serão finalizados nos próximos dias. E, depois de fechar com o Burti, é gratificante poder contar com um piloto que mostrou tanto talento nas provas de terra”, comenta. “Nosso trabalho ao lado do Rodrigo será o de transferir esse talento para a Stock Light”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *