Stock Light: Sondermann volta ao pódio e assume terceiro lugar no campeonato

Piloto paulista repetiu em Santa Cruz do Sul o resultado conquistado na etapa de Campo Grande. Segundo colocado na etapa deste domingo, ele voltou à briga direta pelo título.

As expectativas do piloto paulista Gustavo Sondermann (CHT – Bezema/Banco Sofisa/Corduroy/Nokia) para a quinta etapa da temporada de 2007 da Stock Car V8 Light se confirmaram neste domingo, no Autódromo de Santa Cruz do Sul. Após garantir vaga na primeira fila do grid com uma boa volta no treino classificatório de sábado, ele completou a prova na segunda colocação e repetiu seu melhor resultado na temporada, conquistado na terceira corrida do ano, em Campo Grande (MS).

“Pouco antes da prova começar alteramos o set up do carro e o acerto não foi o ideal. Não fosse por isso eu talvez tivesse brigado pela vitória, mas estou satisfeito com o resultado. Procurei explorar todo o potencial do carro e consegui manter um bom ritmo ao longo de todas as 25 voltas”, declarou Sondermann.

Os 20 pontos conquistados pelo paulista na etapa de Santa Cruz do Sul renderam a ele mais quatro posições no campeonato. Sétimo colocado na tabela quando os treinos para a quinta corrida do ano começaram, o paulista deixou o circuito em terceiro na classificação geral, a apenas dois pontos do vice-líder, André Bragantini – que não completou a prova deste domingo.

“Foi um ótimo resultado para o campeonato”, disse Sondermann. “Eu precisava conquistar um grande número de pontos neste fim de semana para me manter na briga direta pelo título, e mantive esse foco desde o início da corrida. Cheguei a perder algumas posições, mas sabia que tinha um carro competitivo nas mãos, que me permitiria chegar ao pódio. E procurei manter um ritmo forte desde o início”, acrescentou o paulista.

A vitória na etapa deste domingo da Stock Car Light ficou com o paulista Norberto Gresse, que também largou na pole position. Com este resultado, ele chegou a 85 pontos na classificação geral da competição e abriu boa vantagem para Bragantini e Sondermann, que somam, respectivamente, 54 e 52 pontos. Os três voltam a ficar próximos, no entanto, quando aplicados antecipadamente os dois descartes previstos pelo regulamento para a composição da pontuação final da categoria.

Desprezando seus dois piores resultados, Gresse passa a somar 61 pontos, contra os mesmos 54 de Bragantini e os mesmos 52 de Sondermann. “Tanto eu quanto o Bragantini deixamos de pontuar em duas etapas, e por isso descartamos zero ponto. Estamos na briga, e nossa situação só não é tão boa quanto a do (Norberto) Gresse porque não podemos nos dar ao luxo de desperdiçar mais nenhum resultado. Tudo indica, no entanto, que a briga vai continuar boa até o fim do campeonato”, encerrou o paulista.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *