Stock: Maluhy luta para se manter entre os líderes

Com dois novos vencedores e as equipes ainda buscando o melhor acerto com os novos pneus nacionais, a temporada 2007 da Copa Nextel Stock Car teve início mostrando que está ainda mais competitiva e equilibrada.

Neste final de semana (dia 3), a categoria desembarca em Campo Grande (MS) para a disputa da 3ª etapa no autódromo internacional Orlando Moura e a expectativa é grande, especialmente levando em conta as características do circuito, cujo asfalto tem pouca aderência. O vento também traz bastante areia para a pista, o que dificulta os trabalhos das equipes.

Na equipe Terra Racing, o paulista Felipe Maluhy luta para se manter entre os três primeiros no campeonato e torce por uma corrida sem os incidentes de 2006, quando choveu muito em Campo Grande. Já o paranaense Tarso Marques busca os primeiros pontos na temporada e encara o desafio de nunca ter corrido no traçado sul-mato-grossense.

“No ano passado, tínhamos um carro muito bom no seco. Na corrida, choveu muito. Larguei em quinto e, logo nas primeiras voltas, estava em quarto. Infelizmente, o (David) Muffato me tirou da pista e consequentemente tive um pneu furado”, lembrou Maluhy, que ainda voltou para a corrida e concluiu a prova em 14º. “Espero que este ano as coisas sejam diferentes. Quero pontuar e continuar entre os três primeiros no campeonato”, continuou o piloto que está empatado com Ricardo Maurício na terceira posição da tabela.

O companheiro Tarso Marques, que largou entre os 10 primeiros nas duas etapas de 2007, espera agora marcar seus primeiros pontos. Para isso, busca informações do circuito. “Nunca corri em Campo Grande. Já peguei algumas informações a respeito da pista e estou bastante confiante. Nosso carro tem evoluído aos poucos e agora temos que trabalhar para melhorar um pouco mais”, comentou.

Envolvido em acidentes em São Paulo e Curitiba, o piloto espera passar longe dos problemas neste final de semana. “Meus adversários cometeram erros infantis e que me custaram caro”, lamentou.

Maluhy também lembrou que o intervalo entre a etapa de Curitiba e Campo Grande serviu para que a equipe analisasse os dados coletados nas duas primeiras etapas. “O (José) Avallone estudou muito os dados para que tenhamos um caminho para começar o final de semana”, disse. “Ainda não temos total conhecimento dos pneus. Teremos de esperar para ver como o carro se comporta em Campo Grande”, concluiu.

O chefe da equipe ressalta a importância de se entender os pneus. “Passadas estas duas primeiras provas, o grande foco das equipes no momento é estudar e entender melhor o equilíbrio dos carros com esta nova especificação de pneus apresentada pela Pirelli para o campeonato 2007. O comportamento do pneu é a essência do resultado. Com a troca para 2007, alterou-se tudo, fazendo com que as regulagens e ajustes de 2006 tenham pouca utilidade, forçando às equipes a buscarem novos ajustes. Agora tivemos um tempo maior para melhor analisar o “feed back” dos pilotos, e os dados coletados pela equipe nestas duas primeiras etapas e tirar conclusões para que possamos buscar soluções que permitam que os carros da Terra Racing tenham um melhor equilíbrio e com maior velocidade em Campo Grande”, explicou José Avallone Neto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *